Conceito.de

Conceito de vigília

Do latim vigilĭa, vigília é a ação de estar desperto. Trata-se, neste sentido, de um estado de consciência que antecede o sono.

Exemplos: “Após quase trinta horas de vigília, já posso finalmente ir descansar”, “Espero ansiosamente que acabe a vigília do menino”, “O Vítor dorme mais do que está de vigília”.

A vigília também pode ser o trabalho intelectual que se desenvolve de noite ou a obra produzida desta forma: “Escrevi mais de cem páginas nas minhas horas de vigília”, “O poeta escreveu as suas melhores obras durante as vigílias de Verão”, “O cantor gravou a última canção do disco na vigília”.

Por extensão, conhece-se como vigília o dia ou os momentos que antecedem ou ocasionam uma certa coisa: “Os familiares da vítima convocaram uma vigília em frente ao tribunal à espera do julgamento”, “A vigília da final pareceu-me eterna: estava com imensa vontade de sair para ir jogar”, “Cinco horas durou a vigília até que o artista saiu para ir cumprimentar os seus admiradores”.

O conceito de vigília também é frequente no âmbito da religião. Era usado para evocar a véspera de uma festividade ou o ofício que se reza na véspera de algumas festividades.

Nos dias de hoje, muitas igrejas ainda realizam vigílias, sendo que o principal propósito com elas é que os membros permaneçam acordados em oração, podendo haver momentos onde se faça a leitura de passagens da bíblia. Há algumas denominações onde, além da oração, podem existir momentos onde se tenham músicas.

As vigílias também tem sido utilizadas como forma de apoiar outros países que seguem a religião cristã e sofrem atentados, por exemplo, seja por meio de orações como também tendo esse ato o objetivo de se fazer chegar até mais pessoas que possam ajudar esses países.

Na época de Jesus, os habitantes da Palestina costumavam usar o termo “vigília da noite” para descrever a divisão da noite, a qual se dava em quatro, sendo elas: primeira, segunda, terceira e quarta vigília. E essas eram as vigílias qual a noite era dividida, onde em cada uma delas se tinham três horas. Sendo então o seguinte:

Primeira vigília: que se iniciava pelas 18:00 indo até as 21:00

Segunda vigília: tinha início a partir das 21:00 indo até as 24:00

Terceira vigília: 24:00 às 03:00

Quarta vigília: 03:00 às 06:00

Também se chama de vigília, em alguns países, à refeição com abstinência de carne, seguindo os preceitos do catolicismo durante a Páscoa. Deste modo, pode-se falar de empanadas da vigília (feitas à base de atum ou de outro peixe), ovos da vigília ou caldo/sopa da vigília, todas elas receitas que não contemplam o uso de carne.

A vigília pode ainda ser uma condição de quem não consegue dormir, sendo, em certos casos, um termo sinônimo de “insônia”, por exemplo: “como ela não suportava mais permanecer em vigília, então procurou ajuda médica para que lhe prescrevesse algo para conseguir dormir”.

Esse estado de consciência ordinária, que é relativo ao sono, pode tanto ocorrer em seres humanos como também em animais e outros seres vivos.