Conceito.de
Conceito de

Sono

Sono é um estado do corpo e da mente caracterizado como sedentário. Nesse estado, a consciência reduz seus níveis, assim como a atividade sensorial e a muscular.

sono
O sono é um estado sedentário do corpo e da mente

Uma pessoa que está com sono tende a interagir cada vez menos com o meio em que está inserida. Esse processo fisiológico, onde o cérebro, ao contrário do que se pensa, encontra-se em constante atividade, havendo nesse período a produção de hormônios e demais substâncias que serão importantes para quando a pessoa acordar e realizar as atividades do dia a dia.

Durante o sono existe um aumento razoável da frequência de descarga dos neurônios. E essa frequência é mais elevada do que quando uma pessoa está acordada a tranquila. Os sistemas e funções fisiológicas tendem a mudar com base nas fases REM e NREM que integram o chamado ciclo do sono.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • O sono é um processo dividido em duas fases: o sono REM (Rapid Eye Movement) e o sono NREM (Non-Rapid Eye Movement), ambos são importantes para a função cognitiva, o processamento das emoções e a consolidação da memória.
  • Existem várias doenças e condições que podem afetar o sono, conhecidas como distúrbios do sono, dentre eles: insônia, narcolepsia, síndrome das pernas inquietas, apneia do sono, sonambulismo, bruxismo e paralisia do sono.
  • Existem várias causas para distúrbios do sono, incluindo estresse, uso de certos medicamentos, excesso de peso e desordens neurológicas. O tratamento dependerá do tipo de distúrbio e de suas causas.
  • A qualidade do sono é influenciada por vários fatores, como o ambiente, ruídos, conforto, dieta e nutrição, estresse e estilo de vida. Cada um desses fatores pode afetar negativamente a qualidade do sono se não for gerenciado corretamente.

As fases do sono: Sono NREM e sono REM

O sono é um processo dividido em duas fases: o sono REM (Rapid Eye Movement) e o sono NREM (Non-Rapid Eye Movement).

Durante o NREM, que abrange cerda de 75% do ciclo de sono, acontece no corpo quatro estágios progressivos, de um estado leve de sonolência até aquele sono mais profundo. Essa fase se caracteriza pela falta de movimentos oculares rápidos e a redução da atividade cerebral.

Por sua vez, o sono REM representa aproximadamente 25% do ciclo e se dá em intervalos de cerca de 90 minutos. É durante o REM que sucedem os sonhos mais vívidos. Aqui os olhos se movem de forma rápida e em diferentes direções. A atividade cerebral no REM é similar à vigília, mesmo com o relaxamento muscular expressivo.

Essas fases são importantes para a função cognitiva, o processamento das emoções e a consolidação da memória.

Quando se tem um ciclo completo de sono, havendo a alternância entre o REM e o NREM, isso gera um grande benefício para a saúde física e mental, favorecendo o bem-estar geral e o funcionamento apropriado do organismo.

Distúrbios do sono

Distúrbio do sono é o nome que se dá para descrever um conjunto de doenças e condições que podem afetar o sono. E um distúrbio poderia impedir a pessoa de dormir ou tornar o sono dela em algo insuficiente, isso quer dizer que, ainda que o paciente durma, ele não se sentiria descansado ou recuperado.

E dentre os principais tipos de distúrbio do sono, há como citar: insônia, narcolepsia, síndrome das pernas inquietas, apneia do sono, sonambulismo, bruxismo e paralisia do sono.

Assim, há muitas causas para esses distúrbios do sono. E uma das principais delas seria o estresse. Aquelas pessoas que costumam trabalhar sob pressão tendem a apresentar, por exemplo, problemas como insônia e bruxismo (ranger os dentes enquanto está dormindo).

Insônia e sonambulismo também seriam o resultado do uso de certos medicamentos.

E sobre as principais causas da apneia do sono, há como destacar o excesso de peso.

Já a chamada de síndrome das pernas inquietas e a narcolepsia se tratam de condições resultantes de desordens neurológicas.

O tratamento do distúrbio do sono dependerá do tipo de distúrbio que o paciente tiver e as suas causas.

  • Em certos casos, o paciente necessitaria utilizar medicamentos para tratar da condição e melhorar a sua qualidade do sono;
  • Já em outros casos, haveria a necessidade de adaptar a sua rotina, fugindo do uso de cafeína à noite, por exemplo.

Fatores que acometem a qualidade do sono

conceito de sono
O sono é importante para recuperar as energias

A qualidade do sono recebe influência de variados fatores, onde o ambiente seria então um dos principais. Nesse aspecto, a luminosidade do quarto possui um importante papel, uma vez que a exposição à luz artificial interferiria no ciclo circadiano, causando danos para a produção de melatonina, que é um hormônio ligado ao sono.

Outro fator que atrapalha um sono com qualidade são os ruídos. Os sons desse tipo tendem a causar danos ao sono, ainda mais em que possuem algum tipo de sensibilidade, impactando de maneira negativa na sua qualidade.

Um ambiente confortável, onde haja uma temperatura adequada e colchão apropriado, proporciona um sono reparador.

A dieta e nutrição também são fatores que impactam no sono. A cafeína, que há em café, chá e mesmo em certos refrigerantes, se trata de um estimulante que dificultaria o adormecimento.

O álcool, mesmo que consiga induzir o sono, resultaria em interrupções ao longo da noite, causando danos para a fase de sono profundo. Alimentos pesados, ainda mais antes de dormir, gerariam desconforto gástrico, comprometendo também a qualidade do sono.

E há ainda o estresse e o estilo de vida como fatores que podem acometer o sono de uma pessoa. Níveis de estresse elevados deixam o sistema nervoso ativo, agravando o relaxamento que se precisa para dormir.

Hábitos de vida, a exemplo da falta de exercícios frequentes, tendem a alterar o ritmo circadiano, o que afeta negativamente a qualidade do sono.

Citação

SOUSA, Priscila. (29 de Dezembro de 2023). Sono - O que é, fases, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/sono