Conceito.de
Conceito de

Insônia

Insônia é um distúrbio que acomete o sono, afetando o mesmo antes, durante e o após o dormir. Ela gera dificuldades tanto para adormecer quanto para se ter uma noite de sono apropriada.

insônia
A insônia é a dificuldade para dormir

A insônia pode ser provocada por fatores orgânicos ou mesmo psíquicos. E um dos fatores que mais tendem a causar essa dificuldade para dormir seria o estresse do dia a dia. Há ainda como citar a produção impropria de serotonina no organismo.

Os seres humanos e mesmo os animais precisam dormir. No caso das pessoas, elas dormem para poupar energia, fazer a manutenção do corpo e consolidar a memória. Mas quando não existe esse sono adequado, então a pessoa não tem esses benefícios, mas apenas prejuízos para sua saúde.

Quando não se consegue dormir bem, é comum que a imunidade tenha uma queda, o que, por sua vez, abriria uma brecha para que diferentes tipos de doenças se agravem ou se desenvolvam. Uma pessoa com insônia ainda pode ter um rendimento baixo nos estudos e no trabalho.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • A insônia pode ser inicial (dificuldade de pegar no sono), de manutenção (acordar várias vezes durante a noite), terminal (acordar antes do previsto e não conseguir voltar a dormir), ou combinações destas.
  • Há também a insônia transitória, que ocorre devido a preocupações, a insônia aguda, que dura por um curto período de tempo, e crônica, que persiste por um longo período.
  • A insônia pode agravar problemas de saúde como ansiedade, depressão, obesidade, hipertensão, entre outros, e está associada ao aumento das chances de morte.
  • Causas comuns de insônia incluem ansiedade, depressão, estresse, mudanças de ambiente, uso de medicação, dieta, consumo de cafeína, álcool, tabaco, e uso de tecnologias que emitem luz azul antes de dormir. Mulheres e idosos tendem a ter mais predisposição ao problema.

Tipos de insônias

Há diversos tipos de insônia, as quais se manifestariam de maneiras totalmente distintas segundo cada situação ou pessoa.

Insônia inicial

A insônia inicial é quando a pessoa demora para conseguir pegar no sono, estando a mesma num estado de alerta. Ela não consegue se desligar de pensamentos, estando constantemente agitada e sentindo que o sono não chega. Essa pessoa então tenta dormir, mas move-se na cama de um lado para o outro sem que o sono venha.

Insônia de manutenção

Já uma insônia de manutenção é aquela em que a pessoa costuma despertar com frequência durante a noite. Messe tipo, a maior dificuldade que a pessoa possui é em evitar acordar várias vezes na noite depois que conseguiu adormecer.

Insônia terminal

A insônia terminal é aquela onde uma pessoa desperta antes do horário que planejava ou que colocou seu despertador e não depois disso não consegue mais dormir. Essa pessoa ainda pode ter noites bastante agitadas.

Existe ainda a possibilidade de uma pessoa ter tanto a insônia inicial quanto a terminal. E assim os sintomas decorrentes dessas noites mal dormidas se agravariam.

Insônia transitória

A insônia transitória seria aquela onde a pessoa encontra dificuldades para dormir em virtude de alguma preocupação. Essa pessoa, por exemplo, tenderia a ter tal reação por conta de algum fator externo como ter que realizar uma apresentação no dia seguinte, então ela não conseguiria ter uma noite de sono adequada, estando mais agitada e com mais dificuldade para conseguir dormir.

Insônia aguda

A insônia aguda se trata de uma dificuldade para dormir com uma duração predefinida. É comum, então, que esse tipo dure por quase um mês e tenha relação com fatores que causem estresse, a exemplo da mudança repentina de ambiente onde essa pessoa costuma dormir. Um exemplo então seria se um indivíduo tivesse que passar alguns dias na casa de algum familiar, não conseguindo ter ali uma boa noite de sono.

Insônia crônica

A insônia crônica se trata da dificuldade de ter uma boa noite de sono que se torna persistente. E isso se tornou tanto em algo comum na vida da pessoa que ela nem mesmo é capaz de identificar quando o mesmo se iniciou.

Esse tipo de insônia possui relação com o agravamento de problemas como obesidade, hipertensão, doenças cardiovasculares, fadiga e outras. E por consequência, ela teria também uma relação com o aumenta nas chances de uma pessoa vir a óbito por agravar tais problemas.

A insônia agrava os sintomas ligados a ansiedade e depressão, sendo que esses ainda afetam negativamente a qualidade do sono, o que gera um ciclo interminável.

Causas da insônia

insônia
Há diversos fatores que causam a insônia

Há diversas causas para a insônia. E entre as mais comuns figuram a ansiedade, depressão e também o estresse.

Mas também existem outros pontos a citar, como é o caso da mudança de ambiente, o uso de medicação, os alimentos pesados que são consumidos antes da hora de deitar, o elevado consumo de café, fumar e consumir álcool. Outra coisa que também ajudaria a causar a insônia seria não ter um horário regular para dormir e para acordar.

E nos dias atuais, hábitos ligados ao uso de tecnologia também favorece a dificuldade para dormir. Um exemplo seria usar o celular ou computador antes de dormir ou assistir televisão na cama e pouco depois ir se deitar. O que ocorre é que tais aparelhos emitem uma luz (luz azul) que reduz a quantidade de melatonina, que é o hormônio que regula o sono.

Mulheres e idosos são classificados como indivíduos com mais predisposição a terem insônia. Se tratando das mulheres, é frequente o desenvolvimento desse problema durante a gravidez ou devido a menopausa e mesmo por conta das mudanças hormonais no ciclo menstrual. E no caso dos idosos, isso teria relação com problemas de saúde e mudanças no padrão do sono.

Citação

SOUSA, Priscila. (5 de Janeiro de 2024). Insônia - O que é, conceito, tipos e causas. Conceito.de. https://conceito.de/insonia