Conceito de Gestalt




Fev 24, 12 Conceito de Gestalt

Gestalt é um substantivo de origem alemã, pelo que se deve sempre escrever com maiúscula. Embora se possa traduzir por forma ou configuração, é hábito manter-se o termo original pelo facto de a língua portuguesa não ter um equivalente exacto.

A psicologia da Gestalt é uma corrente da psicologia moderna, que surgiu em meados do século XX na Alemanha pela mão de teóricos como Max Wertheimer, Wolfgang Köhler, Kurt Koffka e Kurt Lewin.

Esta doutrina sustenta que a mente configura, através de diversas leis, os elementos que chegam a ela mediante a percepção ou a memória (a inteligência). A psicologia da Gestalt afirma que o todo é mais do que a soma das suas partes.

Entre as principais leis anunciadas pela corrente Gestalt, destacam-se a lei da pregnância (a tendência da experiência perceptiva em adoptar as formas mais simples possíveis), a lei do fechamento (a mente acrescenta os elementos em falta para completar uma figura), a lei da semelhança (a mente agrupa os elementos similares numa só entidade), a lei da proximidade (o agrupamento parcial ou sequencial de elementos, com base na distância), a lei da segregação ou simetria (ao longe, as imagens simétricas são captadas como sendo um único elemento) e a lei da continuidade (os detalhes que mantêm um padrão ou uma direcção tendem a ser reunidos, como fazendo parte de um modelo).

Convém fazer a distinção entre a psicologia da Gestalt e a Terapia Gestalt, que pertence à psicologia humanista e que se caracteriza pela sua intenção de desenvolver o potencial humano.