Conceito.de

Conceito de psicologia social

Escutar o artigo

A psicologia social começou a desenvolver-se em inícios do século XX nos Estados Unidos da América. Trata-se de um ramo da psicologia que parte do princípio de que existem processos psicológicos que determinam a forma como funciona a sociedade e a forma mediante a qual tem lugar a interação social. Estes processos sociais são os que determinam as características da psicologia humana.

A psicologia social estuda a determinação mútua entre o indivíduo e o seu meio social. Posto isto, esta ciência analisa os aspectos sociais do comportamento e do funcionamento mental.

Pode-se mencionar várias abordagens dentro da psicologia social, como a psicanálise, o condutismo, a psicologia pós-moderna e a perspectiva dos grupos.

A psicanálise entende a psicologia social como sendo o estudo das pulsões e das repressões coletivas, que se originam no interior do inconsciente individual para influir no coletivo e no social.

O condutismo considera a psicologia social como sendo o estudo da influência social, pelo que centra os seus esforços no comportamento do individuo relativamente à influência do ambiente ou de outros.

Para a psicologia pós-moderna, a psicologia social consiste na análise dos componentes que formam a diversidade e a fragmentação social.

No que diz respeito à perspectiva dos grupos, cada conjunto de pessoas é uma unidade de análise com identidade própria. Portanto, a psicologia social estuda os grupos humanos como um ponto intermédio entre o social-despersonalizado e o individual-particular.

A depender da posição que um membro de um grupo possui, segundo a psicologia social descreve, esse membro pode influenciar outras pessoas, ora as levando a fazerem coisas boas ou ruins. Isso é algo comum de acontecer, por exemplo, dentro de equipes nas empresas.

No contexto da História, um exemplo de como uma pessoa pode influenciar outras num grupo é no caso de ditadores que influenciaram muitas pessoas para que essas cometessem atos violentos. E aqui o psicólogo social atua para evitar que coisas assim aconteçam.

Outra coisa que a psicologia social analisa é o que é chamado de “comportamento de manada” onde as pessoas se veem diante de algum momento de crise ou de escassez e, nisso, passam a estocar alimentos e demais itens essenciais.

Mas a psicologia social estuda também quais regras funcionam melhor em cada grupo a fim de que o convívio seja harmonioso ali.

É importante que não haja confusão entre psicologia social e serviço social, essas são áreas distintas.

Na psicologia social há o psicólogo social que que é formado em psicologia, por outro lado o assistente social fez curso de serviço social. E enquanto o psicólogo social atua no comportamento das pessoas num grupo, intervindo para que eles possam conviver bem ali, o assistente social atua para garantir os direitos humanos de pessoas que são menos favorecidas.

Mas é comum que esses dois profissionais atuem juntos, especialmente em organizados não governamentais ou em prol de pessoas que estão em condição de marginalização, por exemplo.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (17 de Fevereiro de 2012). Conceito de psicologia social. Conceito.de. https://conceito.de/psicologia-social