Conceito de hardware




Mai 12, 12 Conceito de hardware

De acordo com o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, o hardware é o conjunto dos componentes que compõem a parte material (física) de um computador, ao contrário do software, que diz respeito aos componentes lógicos (intangíveis). Porém, o conceito costuma ser entendido de forma mais ampla e é usado para denominar todos os componentes físicos de uma tecnologia.

No caso da informática e dos computadores pessoais, o hardware permite reportar-se não só aos componentes físicos internos (disco duro, placa mãe, microprocessador, circuitos, cabos, etc.), mas também aos periféricos (scanner, impressora).

O hardware pode ser básico (os dispositivos necessários para iniciar o funcionamento de um computador) e complementar (os dispositivos que realizam funções específicas).

No que diz respeito aos tipos de hardware, constam os periféricos de entrada (permitem inserir informação no sistema, como o teclado e o rato), os periféricos de saída (exibem ao utilizador o resultado de várias operações realizadas no computador. Exemplo: monitor, impressora), os periféricos de entrada/saída (modem, cartões de rede, memórias USB), a unidade central de processamento ou CPU (os componentes que interpretam as instruções e processam os dados) e a memória de acesso aleatório ou RAM (que é usada para o armazenamento temporário de informação).

A história do desenvolvimento do hardware, por outro lado, é traçada por diversos marcos históricos e etapas. Fala-se de primeira geração (com tubos de vidro que alojavam circuitos eléctricos), segunda geração (com transístores), terceira geração (que permitiu acondicionar centenas de transístores num circuito integrado de um chip de silício) e de quarta geração (com o advento do microprocessador). Com o progresso registado nos estudos sobre nanotecnologia, tudo leva a crer a aparição de um hardware mais avançado nos próximos anos.