Conceito de psicologia




Mar 30, 11 Conceito de psicologia

A psicologia é a ciência que estuda os processos mentais. A palavra vem do grego: psico- (alma ou actividade mental) e -logía (estudo). Esta disciplina analisa as três dimensões desses processos: cognitiva, afectiva e comportamental.

A psicologia moderna tratou de compilar factos/casos sobre o comportamento e a experiência humana, organizando-os de forma sistemática e elaborando teorias para a sua compreensão. Estes estudos permitem explicar o comportamento dos seres humanos e inclusive anteceder as suas acções futuras.

A metodologia de estudo da psicologia divide-se em duas grandes áreas: aquela que entende esta disciplina como uma ciência básica ou experimental e utiliza um método científico quantitativo (contrasta hipóteses com variáveis quantificáveis em contextos experimentais), e outra que procura compreender o fenómeno psicológico mediante metodologias qualitativas que enriqueçam a descrição e ajudem a interpretar os processos.

A psicologia também se pode dividir em psicologia básica (a sua função consiste em gerar novos conhecimentos no que diz respeito aos fenómenos psicológicos) e em psicologia aplicada (tem como objetivo a solução de problemas práticos através da aplicação dos conhecimentos produzidos pela psicologia básica).

Talvez a doutrina da psicologia mais conhecida seja a cognitiva, que estuda o acto de conhecimento (a forma mediante a qual se compreende, organiza e utiliza a informação recebida através dos sentidos). Desta forma, a psicologia cognitiva estuda funções como a atenção, a percepção, a memória e a linguagem.

Relativamente à definição de psicólogo, o termo refere-se ao profissional licenciado em Psicologia ou, na sua acepção mais ampla, às pessoas que estudam o comportamento humano sob o prisma científico. Sigmund Freud, Carl Jung e Jean Piaget são alguns dos psicólogos pioneiros.