Conceito de agonia


Set 20, 17

Designa-se agonia o acto e o resultado de agoniar. Este verbo alude ao acto de causar preocupação, ansiedade, tristeza, aborrecimento ou dor a alguém. A agonia, deste modo, está relacionada com a opressão, o sufoco, a asfixia e o abatimento que se sente causado por um sentimento de angústia ou uma pressão que lhe são difíceis de suportar.

Exemplos “Já não consigo aguentar a agonia no trabalho: vou demitir-me”, “Os habitantes de Bagdad sofreram mais um dia de agonia com tiroteios e bombas nas ruas”, “Estes trâmites provocam-me agonia, mas são necessários para poder obter a documentação”.

A agonia deriva de uma situação que, por algum motivo, é difícil de tolerar ou resistir a alguém. Suponhamos que um homem que deve pagar a hipoteca da sua casa e tem que sustentar os seus três filhos, é despedido do seu trabalho. Como não consegue arranjar um novo emprego, o sujeito sente agonia: não sabe como fazer para cumprir com as suas obrigações económicas se não tiver a possibilidade de trabalhar.

Por muitas e diversas razões, pode-se sentir essa dita agonia e mesmo stress. Nesses casos, considera-se que aquilo que se deve fazer é seguir uma série de recomendações que lhe serão práticas para reduzir semelhantes sensações e inclusive para as fazer desaparecer. Concretamente, entre os conselhos mais relevantes encontram-se os seguintes:
-Quando se trata de agonia originada pelo trabalho, Aquiles que se deve fazer é planificar adequadamente e dar prioridade às acções que são mais urgentes.
-Há que procurar ser sempre positivo e ver o lado bom das coisas.

-Em vez de agoniar e entrar em estado de afeição, aquilo que se deve fazer é arranjar soluções para deixar essas sensações angustiosas de lado.
-É importante que, no dia-a
-Um dia que se tenha de tempo para si mesmo, de modo a poder desfrutar dos hobbies, e não pensar tanto nos probremas…
-Da mesma forma, para evitar que essas sensações de angústia e agonia surjam, é recomendado praticar exercício físico, sendo o ideal fazer desporto durante pelo 30 minutos por dia.
-É fundamental não exigir demasiado de si, mais do que aquilo que se consegue cumprir ou suportar. Somos seres humanos e temos limites, pelo que não há necessidade de nos excedermos, impondo e exigindo.
-Entre as ferramentas mais úteis que nos últimos tempos passaram a tornar-se mais populares para acabar com a agonia e a pressão, encontra-se o mindfulness. Graças a esta disciplina/modalidade, aprende-se a relativizar, a relaxar, a descontrair…
Às vezes, a agonia está relacionada com o aborrecimento ou o tédio. Uma mulher que aguarde cinco horas para ser atendida num gabinete do Estado para renovar a sua carta de condução irá seguramente sentir-se agoniada com tanta demora e perda de tempo. Para acabar com a agonia, deve-se tentar reverter a situação, ou receber ajuda para que essa modificação seja levada a cabo. Nos exemplos anteriores, o homem desempregado superará a agonia assim que arranjar emprego e começar a ter rendimentos, ao passo que a mulher que pretender renovar o seu documento sairá da situação assim que completar o processo.