Conceito.de
Conceito de

Tristeza

Tristeza, do latim tristia, é um sentimento fundamental e qual está presente em todos os seres humanos. E a mesma se trata da resposta ao que ocorreu na vida da pessoa ou a sua volta.

tristeza
A tristeza é um sentimento comum entre os seres humanos e mesmo entre os animais

Essa, que se trata de uma das emoções básicas dos seres humanos, se caracteriza por um estado de desesperança, angústia, desalento, desânimo, lamento, sofrimento, etc. A falta de alegria, como também pode ser chamada, pode ser influenciada por variados fatores, a exemplo de fatores culturais, cognitivos ou mesmo biológicos.

Falando em termos biológicos, a tristeza é um sentimento ligado à ativação de determinadas áreas do cérebro, a exemplo do córtex pré-frontal, da amígdala e também do hipocampo. Esse se tratam de áreas relacionadas à percepção e processamento emocional, do mesmo modo que na memória emocional.

Ainda que se trate de uma emoção complexa, ela faz parte de muitos e até mesmo seria algo essencial em certos momentos para que a pessoa seja capaz de entender as outras pessoas ou ter uma conexão consigo mesma.

Mas se a tristeza for algo frequente e afetar as atividades do dia a dia, acometendo expressivamente as esferas social, laboral ou mesmo interpessoal, então esse seria um sintoma de um transtorno relativo ao humor. E assim, é crucial buscar ajuda profissional a fim de tratar o problema, a dor e ter mais qualidade de vida.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • A tristeza de curto prazo é comum, frequentemente causada por pequenos contratempos, e pode geralmente ser aliviada através de atividades relaxantes e redução de estresse.
  • A tristeza pode estar vinculada a eventos significativos, como a perda de um emprego ou pessoa amada, e nesses casos pode ser útil procurar ajuda profissional para lidar com o desamparo e a dor.
  • A tristeza e a depressão são estados emocionais interligados, embora a tristeza seja uma reação temporal a eventos, enquanto a depressão é uma condição mais persistente e debilitante, muitas vezes requerendo apoio profissional.
  • A terapia é uma forma eficaz de lidar com a tristeza e a depressão prolongada, proporcionando um espaço seguro para explorar sentimentos, reconhecer padrões de pensamento negativos e desenvolver estratégias saudáveis para lidar com desafios emocionais.

Tristeza passageira

A falta de alegria de curto prazo é a mais comum, onde a pessoa sente tal sentimento de vez em quando. E a mesma pode ter uma causa ou não. Um exemplo de algo que traria uma tristeza passageira seria quando a pessoa perde o horário para fazer algo importante, como ir a um evento que tanto queria.

Esse tipo dura poucos dias. E os indivíduos podem lidar com a mesma somente diminuindo o estresse no dia a dia. E uma das formas para isso é se comprometer com menos atividades e desfrutar de momentos mais relaxantes e ao ar livre, a exemplo de caminhadas, sair para fazer um piquenique com a família ou amigos, entre outras coisas.

Tristeza provocada por agentes externos

Já esse tipo de tristeza teria ligação com algum acontecimento, a exemplo de perder um emprego ou uma pessoa importante.

Nesse caso, a pessoa sabe o motivo da tristeza, mas ela se sente desamparada, sem saber o que fazer, sentindo que não há como tornar uma situação mais fácil. E a única coisa que a pessoa faz naquele momento é processar a origem da tristeza, contar o que está sentindo para alguém que possa forneça apoio e aguardar a tristeza passar. Mas o recomendado é buscar ajuda de um especialista para tratar desse problema.

A errônea noção de tristeza como sinal de fraqueza

Muitas pessoas tendem a confundir cansaço com tristeza, o que pode ser comum para alguns, tendo em vista que em diversos ambientes competitivos o fato de estar cansado seria mais apropriado do que se mostrar triste. Nesses locais, a tristeza tende a ser vistas como um sinal de fraqueza e de vulnerabilidade, desse modo evita-se demonstrar esse tipo de sentimento ali.

É importante ver a tristeza como uma emoção que remete a introspeção e algo importante de sentir (sem excessos), olhando para a mesma com potencialidade para desempenhar o papel de reajustamento que se precisa perante as adversidades.

Tristeza e depressão

conceito de tristeza
É comum que uma pessoa triste se isole

A tristeza e a depressão são estados emocionais interligados, afetando o bem-estar mental e também emocional.

No caso da tristeza, ela é uma resposta natural perante situações adversas, geralmente sendo temporária. Por sua vez, a depressão se trata de uma condição mais persistente, assinalada por sentimentos de desespero, ausência de energia e uma autoestima reduzida.

O sentimento de tristeza se trata de uma reação comum diante de algum evento, porém não dura mais do que algumas horas ou dias. Já a depressão é caraterizada por reações extremas, onde a sensação é de que o sentimento ruim nunca passará.

Mas tanto a tristeza quanto a depressão podem ser o fruto de fatores genéticos, ambientais ou mesmo a combinação desses.

A depressão influencia o humor e ainda compromete o modo como a pessoa atua no dia a dia. E isso prejudica relacionamentos e afeta a busca por atividades prazerosas. É importantíssimo procurar apoio profissional e social, a fim de recuperar o bem-estar mental.

Tristeza e terapia

A terapia é algo comum que se fazer quando se enfrenta momentos de tristeza que perduram. Por meio dela se tem um espaço seguro e onde se recebe orientações de profissionais treinados com foco em explorar e entender os sentimentos subjacentes.

Os especialistas que atuam com terapia são chamados de terapeutas e eles ajudam a identificar padrões de pensamento negativos, proporcionam estratégias para ajudar a enfrentar desafios emocionais e desenvolver ou aprimorar habilidades de enfrentamento saudáveis.

Além disso, a terapia possibilita que as pessoas compartilhem suas preocupações e angústias de modo construtivo.

Citação

SOUSA, Priscila. (18 de Janeiro de 2024). Tristeza - O que é, como sinal, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/tristeza