Conceito de melancolia


Jul 18, 12

Melancolia é um termo que deriva do latim melancholĭa e que tem origem num vocábulo grego que significa “bílis negra”. Trata-se da tristeza vaga, permanente e profunda, podendo nascer devido a causas físicas ou morais e que leva o sujeito que sofre da mesma a sentir-se triste e a não disfrutar dos prazeres da vida.

A melancolia tende a ser vista, hoje em dia, como uma doença que pode ser aliviada através da combinação de terapia e de determinados fármacos. A base dos tratamentos assenta na análise psicológica para chegar às causas internas da melancolia, ao passo que os medicamentos ajudam a controlar os sintomas físicos que possam dar origem ao distúrbio (dor de estômago, dor de cabeça, entre outros).

Os especialistas consideram que a melancolia, à semelhança da tristeza e de outras emoções, passa a ser patológica a partir do momento em que altera o normal pensamento do individuo e dificulta o seu desempenho social. Por exemplo: é considerado normal uma pessoa sentir-se melancólica uma tarde qualquer e acabar por ficar em casa sem fazer nada. Em contrapartida, se esse comportamento se repetir durante vários dias, e que o sujeito abandonar a sua vida social ou as suas obrigações, a melancolia passa, nesse caso, a ser um tipo de depressão que requer tratamento.

Na década de 90, o movimento grunge prestou uma espécie de homenagem à melancolia e ao desencanto. Com efeito, a banda norte-americana Smashing Pumpinks editou um disco intitulado “Mellon collie and the infinite sadness” (“Melancolia e a tristeza infinita”).