Conceito.de

Conceito de lamento

Lamento (ou lamentação), do latim lamentum, é uma queixa que pode incluir diversas amostras de aflição, como gritos, suspiros ou lágrimas. O lamento é uma expressão de dor, angústia ou desconformidade.

Exemplos: “Não há nada mais triste do que o lamento de uma mãe que tenha perdido um filho”, “As tuas lamentações não me comovem nem um pouco: devolve-me o dinheiro que me deves se não quiseres ter problemas”, “O lamento do jogador dianteiro depois de desperdiçar a oportunidade de marcar golo ouviu-se em todo o estádio”.

O lamento, por conseguinte, reflecte uma pena ou um sentimento semelhante. As suas manifestações variam de acordo com a intensidade da emoção em questão. Se, a uma pessoa que esteja a tentar abrir a porta, lhe caírem as chaves para o chão e tiver de se agachar para as apanhar, poderá lamentar-se com um suspiro ou com uma expressão breve como “Ui!”. Neste caso, o lamento é uma reacção praticamente instintiva, resultante de algum incómodo.

Um sujeito que acaba de sofrer uma tragédia (como a morte de um ser querido num acidente, por exemplo), porém, irá lamentar-se de forma mais notória e abrangente devido à gravidade do sucedido e àquilo que sente por dentro. É provável que o indivíduo grite, chore e tenha outras reacções de pânico/angústia.

Outra forma de entender o conceito de lamento é como uma declaração ou expressão verbal que inclui queixas. Se um homem comentar com outro que está bastante cansado porque tem muito trabalho e não dispõe de tempo livre, o seu interlocutor pode responder-lhe: “Para lá com os lamentos e dá-te por feliz por teres um emprego”.