Conceito de actividade


Set 20, 17

Actividade é um conceito que deriva do vocábulo latino activĭtas. Este termo resulta da soma de três componentes claramente diferenciados como os que se seguem:

-”Actus”, que se pode traduzir por “levado a cabo”.
-”-ivo”, que é usado para indicar relação activa ou passiva.
-O sufixo “-dade”, que é usado para indicar “qualidade”.
Trata-se das acções realizadas por um indivíduo ou uma instituição de forma regular, como parte das suas obrigações, tarefas ou funções.

Exemplos: “A minha actividade na empresa consiste em inspeccionar as máquinas para realizar a manutenção preventiva e reparar aquelas que estiverem avariadas”, “Amanhã, a professora vai-nos dizer que actividade teremos de realizar no Workshop de Rádio”, “Por motivos de greve, os bancos estarão encerrados na próxima Terça”.

Na área da economia, uma actividade é um processo que supõe a produção e/ou a troca de serviços e bens com vista a satisfazer as necessidades do ser humano. Uma actividade económica, por conseguinte, costuma implicar a obtenção, o processamento e a comercialização de matérias-primas.

A agricultura, neste âmbito, é uma actividade económica. Esta actividade é qualificada primária, pois limita-se a extrair os recursos naturais (semear e colher milho, só para citar uma possibilidade). Uma actividade económica secundária é aquela destinada à modificação dos recursos naturais (como o processamento do milho para o comercializar enlatado como conserva). No caso dos serviços, são considerados actividades económicas terciárias (não produzem nem vendem bens físicos: o serviço de conexão à Internet, a hotelaria, etc.).

A nível geral, a noção de actividade alude ao movimento, ao que fazer ou ao processo vinculado a um certo sector ou âmbito. Deste modo, pode-se falar de actividade laboral, actividade vulcânica, actividade física, actividade cultural e muitas outras.

Da mesma forma, não podemos ignorar a existência das chamadas actividades de lazer. Sob esta designação encontram-se todas aquelas que se podem realizar para poder desfrutar ao máximo do tempo livre, daquele que se tem para os passatempos, actividades que se goste de fazer, paixões…isto é, tudo quanto não está relacionado com horário laboral ou compromissos pessoais.

Posto isto, como exemplo, nesta categoria podemos mencionar os roteiros culturais, passeios de bicicleta, desportos como a escalada ou o alpinismo, jantar em restaurantes, sessões de SPA, teatro, cinema…

Além do mais também há aquilo que conhecemos como actividade paranormal. Sob esta designação deparamo-nos com os fenómenos relacionados com fantasmas, espíritos, espectros e restantes elementos que escapam de toda a razão. Precisamente neste sentido temos que destacar a existência de um filme entitulado “Actividade paranormal”.