Conceito.de

Conceito de alfabetização

Escutar o artigo

A alfabetização é o processo de aprendizagem desenvolvido geralmente nos primeiros anos, onde se aprende a ler e a escrever. Com isso, o indivíduo torna-se apto para se comunicar com os demais.

alfabetização
Quadro negro com letras e números

Mesmo que essa habilidade seja descrita como adquirida nos primeiros anos de uma criança, há aqueles que começam tardiamente na escola, inclusive numa fase bastante avançada, tais como os que aprende a ler e a escrever depois dos 20, 30, 40, 50 ou 60 anos.

Já se tratando sobre o período de iniciação escolar, os educadores dão maior atenção para os alunos nessa fase, pois é quando eles estão descobrindo o mundo em sua volta e aprendendo as habilidades necessárias para desenvolver a comunicação verbal e não-verbal.

A alfabetização envolve, além do aprendizado do alfabeto e dos números, também o desenvolvimento da coordenação motora e a formação de sílabas, posteriormente também a formação de palavras e de frases.

O termo alfabetização provém de “alfabetizar” que, por sua vez, provém de alfabeto.

E a alfabetização é fundamental para todo indivíduo, pois saber ler e escrever é importante para que esse indivíduo encontre o seu caminho, tanto na vida profissional como também na vida pessoal. A UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, define que a alfabetização trata-se de um processo para a aquisição de habilidades cognitivas básicas que são cruciais para o desenvolvimento socioeconômico da capacidade de conscientização da sociedade e também da reflexão crítica que é essencial para a mudança pessoal e social.

Aprender a leitura e a escrita é um processo precursor do desenvolvimento da capacidade autônoma e crítica do ser humano.

Processo de alfabetização

O processo de alfabetização compreende um conjunto de atividades com o objetivo de desenvolver as habilidades leitura e escrita. Além disso, tais atividades contribuem para que o indivíduo também desenvolva habilidades de compreensão de textos e da linguagem de modo geral, o que inclui ainda operações com número, algo que é essencial para que o estudante avance para os próximos níveis de aprendizagem.

Mas o processo de alfabetização também ajuda o indivíduo a desenvolver suas habilidades de socialização. Estando num ambiente com outros indivíduos, é possível uma interação próxima, com trocas de ideias e experiências, algo que também facilita o acesso a outras culturas.

A condição onde o indivíduo não tenha capacidade para adquirir a habilidade da leitura e da escrita é conhecida como analfabetismo (ou também iliteracia). Também recebe esse nome um grupo de pessoas classificadas como carecidas de alfabetização, não sendo por sua incapacidade, mas devido a diferentes fatores, tal como a falta de acesso à escolas no local onde vive. Por exemplo: “o analfabetismo naquela cidade é muito grande”.

Há ainda o que recebe o nome de analfabetismo funcional ou semianalfabetismo, que se trata da incapacidade de compreender textos simples.

Alfabetização e letramento

Conceito de alfabetização
Letras do alfabeto coloridas

Mesmo que leitura e escrita sejam desenvolvidas juntas nos primeiros anos escolares, integrando um mesmo processo de aprendizagem, há quem defenda que tratam-se de conceitos distintos, classificados como alfabetização e letramento.

No caso da alfabetização, é descrito que ela é o processo onde o indivíduo desenvolve habilidades de organizar discursos, fazer reflexões, interpretações e também habilidade para compreender textos. Nisso, o estudante desenvolve competências como o reconhecimento das letras, memorização do alfabeto, aprende as sílabas e as usa na formação de palavras, usa as palavras para a formação de frases e textos, etc.

Por outro lado, o letramento é descrito como o processo de codificar e decodificar a escrita, assim como também os números. Ele vai além do aprender de letras e símbolos escritos, mas é sobre a compreensão que o indivíduo possui disso, interpretando e aplicando a língua em suas práticas na sociedade.

Note que em cada uma dessas há atividades distintas envolvidas.

Desse modo, conclui-se, tomando como base esse ideia, que uma criança alfabetizada não seria, necessariamente, uma criança letrada. O mesmo aconteceria no caso de uma criança letrada, não sendo, necessariamente, uma criança alfabetizada (a menos que passasse por ambos os processos).

Idade ideal para começar a ser alfabetizado

Foi comprovado pela ciência que a idade ideal para que uma criança comece a estudar é a partir dos 6 anos de idade. É dito que com essa idade a criança já dispõe da capacidade para desenvolver as habilidades de leitura e escrita.

Fazem-se necessários uso de recursos físicos para isso, tais como papel, lápis, lápis para colorir, desenhos, etc. para ajudar nesse processo de alfabetização, assim como atividades e jogos educativos. Tudo isso ajudará no desenvolvimento da criança.

Alfabetização digital

Há também o conceito de alfabetização digital, que se trata da inicialização de um indivíduo ao uso dos recursos informáticos. E assim a criança ou adulto passa a utilizar as ferramentas e recursos disponibilizados pelo mundo digital. A alfabetização digital é importante também para programas de inclusão digital.

Citação

SOUSA, Priscila. (7 de Março de 2022). Conceito de alfabetização. Conceito.de. https://conceito.de/alfabetizacao