Conceito.de

Conceito de aspas

Escutar o artigo

Aspas são sinais gráficos ou de pontuação usados para representar uma citação ou quando se deseja destacar uma palavra. Desse modo, sempre que se deseja destacar algo num texto, frase, parágrafo, etc., se utilizam tais sinais.

aspas
Elas ajudam a destacar palavras, citações e outros

No Brasil, é comum o uso das aspas inglesas, sendo essas ainda conhecidas como aspas curvas (“e”). Mas existem outros tipos, tal como as aspas japonesas   e as aspas alemãs.

Para o uso das aspas há uma regra: sempre é aberto um termo com uso de um sinal desses e esse é em seguida fechado com outro. Veja um exemplo a seguir:

Nunca me esquecerei das suas palavras “meu filho, seja um bom homem”, foi o que ele disse antes de partir.

Também são usadas as aspas para destacar palavras importantes num texto, tal como dito:

– Mas que “sim” incerto foi esse?

Há ainda seu uso quando uma palavra usada possui outro sentido que não o literal ou quando uma pessoa o usa em tom de ironia:

– “Hoje ele vai “pagar” pelo que fez;

– Nossa! Muito “bonito” isso que você fez, não é?

Exemplos de uso das aspas

conceito de aspas
Esses sinais de pontuação são importantes para diferentes aplicações

Confira a seguir alguns exemplos de uso das aspas.

Para a citação de um discurso

Quando queremos citar um discurso que foi proferido pelo autor, assim:

– Nas palavras do governador, “o estado deve adotar novas medidas para conter os problemas sociais”.

Veja que nesse exemplo as aspas foram aplicadas apenas abrindo e fechando o trecho que foi proferido pelo governador. Logo, quando queremos representar uma parte de um texto é uma apresentação literal de algo que foi dito ou escrito por alguém, o uso das aspas ajuda com isso.

Ao desejar enfatizar palavras

Há ainda o uso desses sinais de pontuação quando o objetivo é enfatizar palavras numa frase, por exemplo:

– É “esse” o trabalho que você disse que era o melhor do mundo?

Destacando títulos de obras, teses, artigos e outros

Também se usa as aspas quando o objetivo é citar títulos de obras ou mesmo título de artigos, veja exemplos a seguir:

– “Guernica” é uma das obras mais importantes do artista Pablo Picasso.

Esse uso é ainda comum quando o propósito é citar dissertações, teses ou até mesmo capítulos de um livro.

Para destacar gírias

O uso das aspas é também comum quando o objetivo é destacar uma gíria, que é uma expressão popular. Desse modo:

– Aquele “meme” que você me enviou ontem foi tão engraçado que estou rindo sempre que me lembro;

– Cibele é muito “cabeça-dura” quando se trata de aceitar que errou e pedir perdão.

Palavras em outro idioma

Tem-se também o uso desses sinais gráficos quando surge alguma palavra em outro idioma. Assim, no estrangeirismo há o uso delas, veja alguns exemplos a seguir:

–  Eu tive problemas para falar com o atendente pelo “chat”;

– O cantor e sua banda fizeram um “show” cantando ao vivo.

Veja que no segundo exemplo, além de representar o termo em outro inglês, também serviu para mostrar que esse possui um sentido diferente do que o apresentado, nesse caso significando que eles fizeram uma ótima apresentação.

Nos neologismos

Também há o uso desse termo quando se trata de neologismos, que são palavras recém-criadas ou mesmo que já existem, porém que tenham recebido um novo sentido. Veja um exemplo a seguir para melhor entendimento:

– Após abrir o programa, então “clique” para adicionar uma nova faixa para começar a gravar.

Tipos de aspas

Existem dois tipos de aspas que são usadas comumente no dia a dia.

As aspas mais comuns são as que contém dois traços em cada lado (“e”), sendo essas conhecidas como aspas duplas. Essas são usadas no discurso direto, quando o objetivo é citar algo no texto (como um nome, título de obra, etc.) ou enfatizar alguma palavra.

Mas tem-se ainda as aspas com apenas um traço em cada lado, que são as aspas simples. Esse tipo é usado quando já estão em uso as aspas duplas, veja um exemplo para melhor entendimento:

– “Ele estava contente em apresentar o seu novo “software” desenvolvido para facilitar o dia a dia nas empresas por meio da automação”.

O uso das aspas antes e após o ponto

Há uma dúvida comum entre as pessoas que devem utilizar as aspas que é quanto ao seu uso numa frase com ponto final.

E aqui há dois modos de fazer isso, a seguir mostraremos eles e explicamos.

 

A primeira regra é a seguinte:

– Se uma frase está completa, então o ponto final fica dentro, com as aspas fechando-o juntamente com a frase, por exemplo:

“Aquele foi um longo dia.”

 

Já a segunda regra é:

– Se um discurso não é completo, então usam-se as aspas depois do ponto final, desse modo:

“Aquele foi um longo dia (…)”.

Citação

SOUSA, Priscila. (24 de Maio de 2022). Conceito de aspas. Conceito.de. https://conceito.de/aspas