Conceito.de

Conceito de atonia

O conceito de atonia refere-se à falta de força ou energia. O termo é frequentemente usado no campo da medicina para se referir à fraqueza dos músculos ou tecidos.

A atonia uterina, nesse contexto, consiste na perda de vigor dos músculos do útero, uma peculiaridade que impede a contração do órgão. Essa atonia faz com que, após o nascimento, o útero não se contraia como deveria para fechar os vasos sanguíneos.

No momento do parto, quando a mulher dá à luz ao bebê e expele a placenta, inicia-se um processo de contração uterina que minimiza o sangramento pós-parto. Se o mecanismo não for ativado, a atonia uterina é gerada com uma hemorragia profusa e o aparecimento de coágulos e hematomas que causam dor à mulher.

Entre as razões que podem causar atonia uterina, estão um parto muito longo, uma gravidez múltipla que causa distensão excessiva e a presença de um tumor benigno conhecido como mioma. Para tratar a atonia, é possível recorrer a massagens, à administração de medicamentos ou a uma intervenção cirúrgica, dependendo do caso.

A atonia também pode ser gastrointestinal (geralmente como efeito de uma operação), vesical (consequência da anestesia, para citar uma possibilidade) ou de outro tipo.

Além da medicina, a ideia de atonia é utilizada como sinônimo de apatia ou falta de vontade: “A atonia do adolescente preocupa os psicólogos”, “Quando fui demitida, passei vários meses deitada na cama, vítima de atonia”.