Conceito.de

Conceito de despotismo

O despotismo é o abuso do poder, a superioridade ou a força na forma como se lida com as outras pessoas e se as trata. O conceito é usado para fazer menção à autoridade absoluta que não está limitada pelas leis.

A noção de despotismo, por conseguinte, pode referir-se a um tipo de governo com poder absoluto. Hoje em dia, o termo tem uma conotação negativa e está associado à ditadura ou à tirania. Exemplos: “O governo tem que deixar de lado o despotismo ou deverá enfrentar o povo nas ruas”, “O líder asiático voltou a demonstrar o seu despotismo ao assinar um decreto que proíbe a exibição de filmes ocidentais”, “O escritor dedicou grande parte da sua juventude a lutar contra o despotismo”.

No entanto, houve alturas no passado em que o despotismo chegou a ter uma carga positiva. No século XVII, surgiu a noção política de despotismo esclarecido (ou absolutismo ilustrado), com monarquias absolutas que decidiam incluir os preceitos filosóficos do Iluminismo. Estes monarcas tentaram enriquecer a cultura dos seus povos através de práticas paternalistas, daí serem conhecidos pelo nome de déspotas benevolentes.

Déspota, por outro lado, era um título bizantino que também era atribuído noutros impérios (como o latino ou o sérvio). O vocábulo grego despotēs significava “senhor”.

Actualmente, tudo o que está relacionado com o despotismo tem uma carga negativa. Por isso, tende a ser usado em forma de acusação pronunciada por sectores opositores aos governos que abusam da sua estadia no poder e promulgam medidas a favor dos seus interesses.