Conceito.de

Conceito de e-mail

Escutar o artigo

E-mail (eletronic mail) ou correio eletrônico é um sistema que possibilita o envio e recebimento de mensagens pela internet. Por meio do e-mail se consegue enviar mensagens apenas com texto ou também com imagens, vídeos e áudio anexados.

e-mail
O e-mail permite o envio e recebimento de mensagens através da internet

Denomina-se “e-mail” tanto os sistemas que são baseados em protocolos como o POP3 ou webmail, como também os sistemas que funcionam por meio da intranet, onde o envio e recebimento de mensagens pode ser feito dentro do sistema exclusivo de uma empresa, tendo como base os protocolos proprietários.

Com o advento do e-mail, as mensagens enviadas pelas agências de correios foram reduzidas, já que agora se tinha a praticidade de enviar mensagens sem precisar sair de casa e ainda com o remetente a recebendo dentro de alguns instantes.

O e-mail se trata de um modo de comunicação assíncrona, o que quer dizer que não é necessário que haja a presença simultânea do remetente e do destinatário (quem recebe a mensagem pode lê-la e a responder em outro momento). E por meio dele, as pessoas que estejam em locais distintos, como países diferentes, podem trocar mensagens, ainda que se tenha um fuso horário desigual.

Diferente disso há a comunicação síncrona, onde as pessoas podem trocar mensagens quase que em tempo real, tendo como exemplo a exemplo os chats e as videoconferências.

Características do e-mail

Do mesmo modo que o remetente e o destinatário de uma carta possuem um endereço, sendo esse usado para o envio dessa carta, há o chamado endereço de e-mail, que é para onde o remetente deve enviar sua mensagem.

No e-mail também há um remetente (aquele que envia uma mensagem) e um destinatário (quem recebe a mensagem).

O teor da mensagem enviada por meio por ter variações, sendo uma mensagem curta, média ou mais longa. E tanto a data quanto a hora em que a mensagem foi enviada e recebida ficam gravadas no sistema.

Geralmente, o endereço de e-mail possui o sinal de “@” para indicar que se trata de um e-mail, o que esse sinal faz é dividir a sequência de caracteres, por exemplo: fulanodetal@nomedoemail.com

Tendo o endereço de e-mail de uma pessoa, então é possível enviar mensagens para ela. Mas, de modo geral, quando essa pessoa nunca trocou mensagem com o remetente, então essa mensagem recebida pode acabar caindo na pasta de spam.

O e-mail é formado por um espaço onde o usuário pode gerenciar o envio e recebimento de mensagens e, a depender da plataforma usada, há como organizar essas mensagens por categorias, para isso havendo as pastas.

Principais uso do e-mail

conceito de e-mail
O uso do e-mail é mais comum nas empresas

É muito mais comum hoje em dia o uso do e-mail no meio empresarial. As empresas precisam enviar e receber arquivos de maneira segura e para isso adotam o correio eletrônico como um dos recursos principais, especialmente porque no e-mail há a possibilidade de enviar mensagem em massa, ou seja, para vários destinatários ao mesmo tempo.

Mas além desse uso, o e-mail também é explorado para fins de marketing pela internet. É comum que sites deixem um tipo de janela para que o visitante se inscreva na lista e, assim, receba atualizações por e-mail. Apenas assim se pode fazer o chamado e-mail marketing de forma legal, sem que as mensagens parem na pasta de spam do destinatário.

E há ainda como usar ferramentas de e-mail marketing para isso, as quais possibilitam enviar e-mails em massa, ver quem leu e clicou nos links dessa mensagem, etc.

História do surgimento do correio eletrônico

É dito que o correio eletrônico é ainda mais antigo do que a internet, sendo que ele foi uma das razoes para o desenvolvimento da rede de computadores.

Conta-se que o primeiro sistema que possibilitava trocar mensagens entre computadores teria sido desenvolvido no ano de 1965. Através dele múltiplos usuários que possuíssem um computador do tipo “mainframe” (que era uma máquina gigante”) conseguiam se comunicar.

O que pesquisadores acreditam é que os primeiros sistemas que foram desenvolvidos com essa funcionalidade tenham sido o Q32 da SDC (System Development Corporation) e o CTSS da universidade MIT.

Logo depois, o sistema de mensagens eletrônicas converteu-se num “e-mail” de rede”, possibilitando que os usuários enviassem e recebessem mensagens em diferentes computadores.

Não se sabe ao certo qual o primeiro sistema que teria prestado suporte para o e-mail na rede. Contudo, é provável que o chamado AUTODIN (de 1966) tenha sido esse primeiro que possibilitou a troca de mensagens entre computadores em diferentes locais. Mas há ainda quem defenda que tenha sido o chamado SAGE o sistema que permitiu isso.

POP3 ou webmail

Como citado, o sistema dos e-mails faz o uso de dois protocolos de internet, quais são: POP3 e webmail.

Enquanto com o POP3 (Post Office Protocol) se pode enviar e receber mensagens através de programas específicos para isso, que são os chamados “mailers”, o que possibilita ainda poder trabalhar de modo offline, o webmail funciona por meio de navegadores de internet, não sendo necessário instalar nada no computador.

Citação

SOUSA, Priscila. (26 de Julho de 2022). Conceito de e-mail. Conceito.de. https://conceito.de/e-mail