Conceito.de

Conceito de EBITDA

Escutar o artigo

EBITDA é um indicador financeiro que se usa para medir os resultados das empresas. Esse indicador leva em consideração os recursos gerados por uma empresa somente com suas atividades principais.

EBITDA
O EBITDA é também conhecido como LAJIDA, no português

A sigla é originária da expressão em inglês ““Earnings before interest, taxes, depreciation and amortization”, que na tradução para o português significa “Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”, por isso é ainda conhecida pela sigla e português LAJIDA.

Numa empresa de grande porte, esse indicador seria maior, se comparado com o de uma empresa de pequeno porte.

Sobre a função do EBITDA

Basicamente, uma das funções primordiais do EBITDA é trazer números que indicam para os investidores se uma empresa é lucrativa fazendo o que foi desenvolvida para fazer.

Tomando como exemplo uma loja de informática, o EBITDA mostra se essa loja está sendo eficiente em comercializar peças para computadores. Outro caso seria o de uma revenda de artigos esportivos, com o indicador mostrando se a mesma está com bons resultados vendendo

É comum que esse indicador seja usado com o objetivo de medir o desempenho de empresas que tenham ações na bolsa de valores. Com isso o investidor pode analisar empresas de um mesmo segmento e ver qual delas têm se saído melhor.

Ainda sobre isso, com esse indicador é possível identificar as empresas que são mi eficientes sem a interferência de fatores externos, como é o caso das taxas de juros.

Esse indicador também ajuda a saber sobre o potencial de lucro das empresas endividadas. Em muitos casos, pode ser que os encargos que um negócio tem que pagar devido as suas dívidas elevadas escondam um potencial de lucro expressivo daquela empresa. Mas o EBITDA mostra esse potencial.

Assim, aquela empresa que mostre um resultado final desanimador por causa das dívidas poderia dispor de um potencial e lucratividade elevado, assim que suas dívidas forem quitadas e seu orçamento estiver organizado.

E há ainda o uso desse indicador quando os investidores querem saber sobre empresas de diferentes países. Nesse caso ele é usado como um comparador. Como em cada país é praticado um tipo de tributação, isso poderia afetar os lucros que um negócio teria em diferentes localizações no globo.

Como é calculado o EBITDA

Mesmo que não seja obrigatório que o EBITDA esteja no DRE (Demonstrativo de Resultados de Exercício), ele costuma ser apresentado pelas empresas quando se deve prestar contas para o investidor.

Contudo, em muitos casos, aqueles que investem na bolsa de valores não precisam realizar o cálculo do EBITD, pois as próprias empresas que disponibilizam suas ações na bolsa trazem esse indicador. E em outros casos se pode consultar os relatórios que os analistas financeiros apresentam.

Ao calcular o EBITDA, a primeira para se fazer é saber o lucro operacional dela. Esse lucro se trata de um cálculo onde se subtraem as despesas da receita líquida. Essas despesas são os custos operacionais e relativas ao que é comercializado ali.

Hoje em dia, a fórmula a seguir é a mais usada para calcular o EBITIDA:

Lucro operacional líquido + depreciações + amortizações = EBITDA.

É chamado de EBITDA ajustado quando ele é calculado de outras formas. Mas isso deve ser discriminado, apontando que é um indicador desse tipo.

EBIT E EBITDA

conceito de EBITDA
EBITDA é a sigla para Earnings before interest, taxes, depreciation and amortization

Há uma certa confusão entre os termos EBIT e EBITDA, pois o primeiro possui um conceito similar ao segundo.

EBIT é também um indicador, usado para mensurar o lucro contábil que tem relação com a atividade que exerce a empresa, ou seja, sua atividade principal. À primeira vista, então, seria algo bem parecido ao EBITDA.

Mas a diferença entre esses dois é que o EBIT calcula o lucro obtido somente com a atividade principal de uma empresa. Ele não faz o desconto de valores de amortização e depreciação, como ocorre no EBITDA.

Entende-se por depreciação quando as máquinas de uma empresa envelhecem ou, ainda, se um imóvel comercial é desvalorizado. Enquanto isso, a amortização se trata da perda de valor de um ativo que é intangível, um exemplo nesse caso seria uma tecnologia que se torna ultrapassada.

Tais desvalorizações, que não se encontram presentes no cálculo no lucro operacional, encontram-se no EBITDA e são de suma importância para o cálculo do efetivo potencial de geração de caixa que possui uma empresa.

EBITDA negativo

O EBITDA negativo indica que uma empresa não se encontra gerando lucros suficientes apenas com sua atividade principal.

Mas é possível que, mesmo desse jeito, ela siga tendo boa rentabilidade. Tal fato acontece porque para um negócio possuir rentabilidade ele não depende somente dos seus lucros advindos das operações.

Os investimentos também estão incluídos nesse cálculo da rentabilidade. Mas como o EBITDA elimina os investimentos no mercado financeiro para o cálculo, então pode ser que haja um resultado negativo: um EBITDA negativo. Só que mesmo assim essa empresa continuaria tendo lucros. O problema é que uma situação assim, no longo prazo, não se sustentaria.

Citação

SOUSA, Priscila. (9 de Janeiro de 2023). Atualizado em 26 de Janeiro de 2023. Conceito de EBITDA. Conceito.de. https://conceito.de/ebitda