Conceito de lucro líquido


Set 19, 13

O lucro é o rendimento ou o proveito que se obtém de algo. Este conceito é amplamente usado no âmbito da economia e das finanças para se referir aos ganhos que se consegue obter a partir de um bem ou de um investimento.

Isto significa que se uma pessoa investir 1.000 dólares na compra de roupa para depois a revender por um total de 1.500 dólares, terá lucrado 500 dólares nesta operação.

Líquido, por outro lado, é um adjectivo que se usa para mencionar uma quantia limpa (no sentido de ser exacta e definitiva, já livre de impostos e descontos).

O lucro líquido é, portanto, o ganho que se obtém depois de realizar os descontos correspondentes. Trata-se do lucro concreto que o indivíduo ou a empresa recebe em mãos.

Vejamos este exemplo: uma empresa realiza o balanço mensal com um registo que indica rendimentos na ordem dos 100.000 reais. Esse dinheiro entrou mesmo nos cofres da empresa, mas isso não significa que tudo seja lucro. A empresa também tem gastos que deve assumir, nomeadamente o pagamento de impostos, a compra de matérias-primas, etc. O lucro líquido será a quantia que resulta daquilo que sobrar destes gastos sobre os rendimentos. Se a entidade tiver gastos de 60.000 reais, o lucro líquido do período terá sido de 40.000 reais (os 100.000 reais dos rendimentos menos os 60.000 reais dos gastos).

Isto permite inferir que uma empresa pode incrementar o seu lucro líquido sem necessidade de aumentar os seus rendimentos, já que o conseguiria cortando nas despesas.