Conceito.de

Conceito de lucro líquido

Escutar o artigo

O lucro é o rendimento ou o proveito que se obtém de algo. Este conceito é amplamente usado no âmbito da economia e das finanças para se referir aos ganhos que se consegue obter a partir de um bem ou de um investimento.

Isto significa que se uma pessoa investir 1.000 dólares na compra de roupa para depois a revender por um total de 1.500 dólares, terá lucrado 500 dólares nesta operação.

Líquido, por outro lado, é um adjetivo que se usa para mencionar uma quantia limpa (no sentido de ser exata e definitiva, já livre de impostos e descontos).

O lucro líquido é, portanto, o ganho que se obtém depois de realizar os descontos correspondentes. Trata-se do lucro concreto que o indivíduo ou a empresa recebe em mãos.

Vejamos este exemplo: uma empresa realiza o balanço mensal com um registo que indica rendimentos na ordem dos 100.000 reais. Esse dinheiro entrou mesmo nos cofres da empresa, mas isso não significa que tudo seja lucro. A empresa também tem gastos que deve assumir, nomeadamente o pagamento de impostos, a compra de matérias-primas, etc. O lucro líquido será a quantia que resulta daquilo que sobrar destes gastos sobre os rendimentos. Se a entidade tiver gastos de 60.000 reais, o lucro líquido do período terá sido de 40.000 reais (os 100.000 reais dos rendimentos menos os 60.000 reais dos gastos).

Isto permite inferir que uma empresa pode incrementar o seu lucro líquido sem necessidade de aumentar os seus rendimentos, já que o conseguiria cortando nas despesas.

Existe também o lucro bruto que é a diferença entre a receita total e os custos que são variáveis, por exemplo: se uma indústria tem uma receita total de 200.000,00 euros e gasta 50.000,00 euros para produzir seus produtos, então o lucro bruto foi de 150.000,00 euros.

Outro exemplo seria no caso de alguém que faz um investimento: digamos que essa pessoa escolha um investimento que lhe pague 10% ao ano, logo, se ela aplicar 1.000,00 euros terá ao fim de um ano o total de 1.100 euros.

Mas nesse caso falamos sobre o bruto, ou seja, o valor sem haver descontado os impostos. Usando o mesmo exemplo, só que agora descontando 20% de imposto sobre a rentabilidade (veja que esse imposto é apenas sobre o valor obtido de lucro, ou seja, os 100 euros, não os 1.000 euros) ficaria assim:

1.000 + 10% = 1.100

100 – 20% = 80

1.000 + 80 = 1.080, assim se teria um lucro líquido de 80 euros por esse investimento.

Vejamos agora um exemplo ainda mais prático:

– Um empresário resolveu pegar parte do seu dinheiro e investir para poder ter uma vida tranquila mais tarde, então ele tinha 400.000,00 euros e aplicou num investimento que lhe prometia 9,5% de rendimento ao ano. Ao final de 2 anos ele já possuiria um valor bruto de 479.610,00, mas após descontados os 15% do imposto sobre o rendimento (79.610,00 – 15%), então ele fica com 467.668,50 euros de lucro líquido após investir por dois anos.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (19 de Setembro de 2013). Conceito de lucro líquido. Conceito.de. https://conceito.de/lucro-liquido