Conceito.de

Conceito de ebulição

Do latim ebullitĭo, o termo ebulição faz referência ao processo e às consequências de ferver. Este verbo, por sua vez, refere-se à produção de bolhas provocada devido ao calor ou à fermentação. Trata-se, por conseguinte, de um sinónimo de fervura.

Pode-se definir a ebulição como sendo o fenómeno físico através do qual um líquido modifica o seu estado e se torna gasoso. Essa passagem (conversão) produz-se quando a temperatura de todo o líquido alcança o chamado ponto de ebulição a uma determinada pressão. O ponto de ebulição é a temperatura à qual a pressão de vapor é igual à pressão do meio que envolve o líquido.

A ebulição é o processo inverso à condensação (a passagem de uma substância gasosa para o estado líquido). É importante ter em conta que ebulição e evaporação não são sinónimos: a evaporação é mais lenta e não precisa do aquecimento de toda a massa.

A água, por exemplo, tem o seu ponto de ebulição nos 100ºC, sempre que é submetida a uma pressão equivalente à do nível do mar. A uma maior altura, a pressão da atmosfera reduz-se e a água requer uma menor temperatura para chegar à ebulição. Quando a água começa a ferver, a temperatura deixa de aumentar e dá origem a uma rápida evaporação.

Num sentido figurado ou metafórico, o conceito de ebulição pode ser aplicado para fazer referência a uma comoção ou revolta dos ânimos (quando os ânimos “aquecem”, por assim dizer). Por exemplo: “Após o jogo, os ânimos em ebulição dos jogadores de ambas as equipas acabaram por dar lugar a uma algazarra generalizada que finalizou com vários feridos”.