Conceito.de

Conceito de fecundação

Escutar o artigo

A fecundação é o processo onde o gameta masculino se une ao gameta feminino, desenvolvendo o embrião. E devido a presença dos gametas, logo, a fecundação se trata de um processo que ocorre somente na reprodução sexuada.

fecundação
Na fecundação, o gameta masculino se une ao feminino

Os gametas são as células reprodutivas, aquelas responsáveis pela reprodução sexuada. As mesmas ainda recebem o nome de células sexuais.

Através da fecundação se gera uma nova vida. E processo compreende todo um caminho até aí, começando com a fêmea liberando um óvulo maduro e em seguida o macho, após o ato sexual, enviar espermatozoides para que fecundem esse óvulo. Mas é necessário que os materiais biológicos estejam saudáveis para que ocorra a fecundação.

Quando a fecundação não ocorre, devido a diversos motivos, então a medicina auxilia com a identificação da causa e propondo tratamentos.

Mas a fecundação ocorre também nos animais, sendo que, compreendendo os mesmos, ela ainda pode ser classificar em diferentes tipos.

Tipos de fecundação

A fecundação se dá de diferentes modos:

Fecundação interna: quando o gameta masculino se une ao feminino na parte interna do corpo daquele que gera o gameta feminino. Esse tipo ocorre nos humanos, dado que a fecundação se dá na parte interna do trato reprodutor feminino;

Fecundação externa: já esse tipo, que costuma acontecer em animais como os sapos, acontece na parte de fora do corpo. No caso dos sapos, a fêmea é abraçada pelo macho e os dois liberam gametas. Depois disso os espermatozoides fecundam os ovos, que começam a se desenvolver no ambiente. Cada espécie escolhe um local para que seus ovos se desenvolvam;

Autofecundação: já nesse tipo, os gametas que se fundem são gerados por um mesmo indivíduo. A tênia é um exemplo de ser vivo que se reproduz desse modo;

Fecundação cruzada: por fim, nesse os gametas fecundados provêm de indivíduos diferentes. E um exemplo comum desse são os cordados, animais do filo Chordata.

Fecundação humana

Nos seres humanos, a fecundação compreende o período que se inicia com o espermatozoide se encontrando com o ovócito até quando os núcleos se fundem. E é comum que isso aconteça na área mais dilatada da dilatada na tuba uterina, qual é conhecida como ampola.

Processo de fecundação

Os folículos, que se tratam de materiais biológicos que, ao madurar, se convertem em óvulos, são depositados nos ovários.

Uma vez por mês os ovários expelem um óvulo maduro (em certos casos, mais raros, podem ser dois). E o mesmo percorre as Trompas de Falópio, quando ali os espermatozoides chegam até esse óvulo e o fecundam.

São os espermatozoides que devem correr por um longo caminho até chegarem ao óvulo. Cada um desses espermatozoides (o homem tende a ejacular cerca de 20 milhões no ato sexual, mas isso pode variar de individuo para individuo) mede por volta de 0,001 milímetro. E do fundo da vagina até chegar à trompa se tem 18 centímetros de caminho, algo muito longo para eles.

E apenas um desses milhões de espermatozoides é capaz de fecundar um óvulo.

Desses milhões de espermatozoides, parte deles leva consigo material genético masculino e a outra arte se encarrega do material genético feminino, se mantendo saudável durante 24 horas depois do ato sexual. E esses podem ficar vivos por até 72 horas, por isso, mesmo depois de três dias do ato sexual eles estarão em busca de um óvulo para realizar a fecundação.

Sintomas da fecundação em humanos

conceito de fecundação
Apenas um espermatozoide consegue fecundar um óvulo maduro

Quando o processo de fecundação ocorre, a mulher tende a sentir os seguintes sintomas:

– Leve cólica na área abdominal entre o sexto ou sétimo dia depois do período fértil;

– Pode ainda surgir um corrimento rosado cerca de dez ou doze dias do período fértil;

– A mulher pode ainda apresentar cansaço e sono demasiado;

– E também, os seios podem ficar doloridos e um pouco inchados.

Os sintomas são os sentidos por uma mulher que está grávida. E, atualmente, há os testes adquiridos em farmácias que são capazes de detectar a gravidez logo no primeiro dia que a menstruação atrasa.

Fecundação na reprodução assistida

A fecundação sucede de modo na reprodução assistida e também na concepção espontânea. Ou seja, esse processo será similar numa mulher que engravidou normalmente com o ato sexual ou por meio de intervenções para estimular essa fecundação. O que muda aqui é o que vem antes da fecundação, como a ovulação e como os espermatozoides vão até o óvulo.

Na reprodução assistida, há o uso de diferentes técnicas, que são de alta e de baixa complexidade.

Das técnicas de baixa complexidade se pode citar a inseminação artificial e a relação sexual programada. Tais tratamentos necessitam de menos intervenções por parte de um médico ou intervenções laboratoriais, além do que, a fecundação e dá na tuba uterina (in vivo).

Enquanto isso, a FIV (fertilização in vitro) é uma técnica de alta complexidade. Nela há uma necessidade maior de intervenções médicas e laboratoriais.

Citação

SOUSA, Priscila. (12 de Janeiro de 2023). Conceito de fecundação. Conceito.de. https://conceito.de/fecundacao