Conceito.de

Conceito de hacker

Escutar o artigo

Um hacker é alguém com conhecimentos informáticos avançados para criar e modificar softwares e também hardwares. O nome veio do verbo em inglês “to hack”, que descreve alguém que corta algo de modo grosseiro, assim, “hacker” é alguém que corta ou causa rachadura.

hacker
Os hackers desenvolvem e modificam sistemas e hardwares

 

O hacker pode tanto pegar funcionalidades antigas e as adaptar, como ainda pode criar, do zero, novas para um programa ou hardware.

Definição de hacker

Um hacker é alguém que se dedica de forma intensiva a estudar uma determina área da computação ou toda ela. Até mesmo quem estude sobre algo relacionado a tecnologia e consiga ir além do que é especificado em manuais pode ser considerado um hacker.

Apenas para ilustrar: alguém que descobre um novo modo de editar textos num programa de textos ou alguém que descobre uma nova fórmula na planilha Excel, por exemplo, pode ser considerado um hacker também. Essas seriam especialidades que anteriormente não se tinha conhecimento e foram descobertas por esses indivíduos chamados hackers.

Hacker e craker

Hacker e cracker são dois termos que surgem frequentemente quando se trata de tecnologia.

As pessoas tendem a confundir hacker com cracker devido a que esses dois possuem habilidades similares. Mas eles se diferenciam pelo modo como usam.

Diferente do hacker, um cracker é alguém capaz de invadir sistemas de segurança para fins ilícitos. Ou seja, ele é alguém que consegue usar diferentes meios e conhecimentos informáticos para conseguir invadir sistemas para seu próprio benefício.

Então, o cracker pode fazer coisas como: alterar um software para fazer com que ele possa ser usado sem pagar, fazer a clonagem de dados, ter acesso a senhas, entre outras coisas ilegais.

Alguns exemplos de crackers famosos são: Adriano Lamo, que conseguiu invadir o sistema do Google e Yahoo, por exemplo, também o Kavin “Dar Dante” Poulsen, que ficou conhecido por invadir linhas telefônicas, além de Kevin “The Condor” Mitnick, que ficou conhecido por ter invadido sistemas da Motorola, Nokia e IMB.

Já o hacker é quem cria esses sistemas, por exemplo.

Em suma, enquanto os hackers desenvolvem e modificam sistemas e hardwares, os crackers fazem a quebra da segurança desses. Esses últimos, então, são vistos como pessoas criminosas.

Contudo, o termo hacker passou a ser usado equivocadamente para se referir ao cracker e assim tem sido por muitos anos.

Mas até um certo tempo era usado o termo hacker para se referir a ambos, sendo que em 1985 foi quando nasceu o termo “cracker” para classificar esses usuários que faziam a invasão de sistemas.

É válido dizer que um hacker também possui capacidade para a invasão de sistemas, sendo que muitos deles ainda são contratados por empresas para isso, com o objetivo de testar a segurança que um sistema, ferramentas, entre outros, possui.

Quando surgiu o nome “hacker”

Foi no ano de 1960, nos Estados Unidos, quando se viu pela primeira vez o uso do termo “hacker”. Naquela época, o mesmo servia para designar quando se inventava um nova e inovadora solução, sendo que se começou a usar “hack” para isso.

Mas o tempo passou e esse termo começou então a ser usado para referir-se a pessoas da área da tecnologia. Naquela época, esses indivíduos estavam tornando-se bastante populares, especialmente por conta da Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

E depois dos Estados Unidos, o hacker se espalhou pelo mundo. Sendo que existem países onde uma vaga de emprego para esses profissionais costuma ser bastante concorrida. E os valores pagos para esses especialistas também costuma ser bastante alto, a depender do serviço realizado.

Hacker e áreas de atuação

Um hacker pode fornecer seus serviços para a realização de pesquisas a fim de analisar a vulnerabilidade de um sistema, para perícia forense e também para gestão de riscos, por exemplo.

Inclusive, existem empresas que pagam altas quantias para hackers que consigam invadir seus sistemas, como uma forma de saberem dessa possibilidade e conseguirem implementar melhorias na segurança.

Mas é comum que um hacker tenha formação em alguma área que possua relação com tecnologia e computação, tais como: redes de computadores, ciência da computação, engenharia de software ou mesmo tecnologia da informação.

Crackers e antivírus

conceito de hacker
Os antivírus ajudam a proteger um computador contra ataques

Uma das principais e mais acessíveis formas hoje de conseguir evitar o ataque de crackers (os também chamados de “hackers do mal”) é tendo um antivírus no computador.

O antivírus é um programa que ajuda a proporcionar a prevenção de uma invasão, seja quando se está usando a internet ou quando é feito o download de algum programa para o computador.

Existe um grupo de crackers (que muitos denominam como “hackers”) que é conhecido por “Anonymous”. Esse grupo realiza uma série de ataques, especialmente em forma de protesto. Eles se consideram como ativistas e fazem a invasão, principalmente, de páginas na web, em alguns casos fazendo o vazamento de informações sigilosas, tais como dados sobre figuras públicas.

Citação

SOUSA, Priscila. (7 de Julho de 2022). Conceito de hacker. Conceito.de. https://conceito.de/hacker