Conceito.de

Conceito de hardware

Escutar o artigo

De acordo com o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, o hardware é o conjunto dos componentes que compõem a parte material (física) de um computador, ao contrário do software, que diz respeito aos componentes lógicos (intangíveis). Porém, o conceito costuma ser entendido de forma mais ampla e é usado para denominar todos os componentes físicos de uma tecnologia.

No caso da informática e dos computadores pessoais, o hardware permite reportar-se não só aos componentes físicos internos (disco duro, placa mãe, microprocessador, circuitos, cabos, etc.), mas também aos periféricos (scanner, impressora).

O hardware pode ser básico (os dispositivos necessários para iniciar o funcionamento de um computador) e complementar (os dispositivos que realizam funções específicas).

No que diz respeito aos tipos de hardware, constam os periféricos de entrada (permitem inserir informação no sistema, como o teclado e o rato), os periféricos de saída (exibem ao utilizador o resultado de várias operações realizadas no computador. Exemplo: monitor, impressora), os periféricos de entrada/saída (modem, cartões de rede, memórias USB), a unidade central de processamento ou CPU (os componentes que interpretam as instruções e processam os dados) e a memória de acesso aleatório ou RAM (que é usada para o armazenamento temporário de informação).

A seguir alguns exemplos de hardware de computador e suas funções (essas são os hardwares internos, ou seja, aqueles que ficam dentro do computador, não sendo vistos a não ser quando se abre a máquina):

– Processador: esse é o responsável por realizar o processamento de dados (dados esses que são enviados pelo usuário);

– Memória RAM: unidade de armazenamento rápido que faz a leitura de códigos quando esses são requeridos. Quando maior for a memória RAM, então maior será a capacidade de trabalho;

– HD: esse hardware armazena permanentemente os dados, ou seja, mesmo quando se desligar o computador eles não são deletados;

– Placa mãe: ela é quem faz a ligação entre os componentes do computador;

– Placa de vídeo: responsável por gerar imagens através dos códigos que são enviados pelo processador, servindo para a interação entre o usuários e o computador.

A história do desenvolvimento do hardware, por outro lado, é traçada por diversos marcos históricos e etapas. Fala-se de primeira geração (com tubos de vidro que alojavam circuitos eléctricos), segunda geração (com transístores), terceira geração (que permitiu acondicionar centenas de transístores num circuito integrado de um chip de silício) e de quarta geração (com o advento do microprocessador). Com o progresso registado nos estudos sobre nanotecnologia, tudo leva a crer a aparição de um hardware mais avançado nos próximos anos.

Hardware não se limita aos componentes que integram um computador, as há também aqueles que formam parte de automóveis, celulares, entre outros equipamentos físicos que estejam tanto dentro quanto fora da área da tecnologia da informação. Tendo isso em consideração, então qualquer utensilio ou ferramenta poderia ser considerado um hardware, tais como algumas engrenagens, ou chips, parafusos, também dobradiças, entre outros.

Assim, todo componente interno de um equipamento pode ser definido como um hardware.

Há distintos tipos de hardwares e cada um deles possui funcionalidades distintas, podemos citar o hardware de rede que tem o objetivo de possibilitar e gerir equipamentos que estão conectados a uma rede.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (12 de Maio de 2012). Conceito de hardware. Conceito.de. https://conceito.de/hardware