Conceito.de

Conceito de fuso horário

Escutar o artigo

O fuso horário é a padronização da contagem de horas no mundo, usando como referência o Meridiano de Greenwich. Esse meridiano localiza-se no centro do fuso horário de início.

fuso horário
Com o fuso horário, se pode saber a hora em vários países

É com base na incidência solar existente em cada localização geográfica que os horários são determinados por meio dos fusos.

O que se caracteriza por fuso horário é uma faixa longitudinal a qual se delimita por dois meridianos, sendo que ali todas as localidades que na mesma se encontram possuem um horário igual.

Denominam-se de meridianos as semicircunferências que fazem a ligação dos polos e que também realizam a divisão do globo terrestre em dois hemisférios: o hemisfério ocidental (a Oeste do GMT) e o hemisfério oriental (a Leste do GMT).

Definição do fuso horário

Para a realização do cálculo para determinar o fuso horário, se tem como base a rotação da Terra. E para que a Terra dê uma volta completa ao redor do seu próprio eixo, realizando, fazendo um movimento de 360°, ela leva 24 horas (mais especificamente 23 horas, 56 minutos e 4 segundos), que seria um dia.

Assim, faz-se primeiro uma divisão da circunferência da Terra pelo número de horas: 360/24 = 15. O resultado é 15°. Isso quer dizer que para percorrer 15° a Terra demora uma hora. E foi por isso que se fez a secção do planeta em 24 fusos horários, onde cada um deles possui 15°.

O Meridiano de Greenwich, a referência para o fuso horário, se trata do meridiano número zero, onde para ambos os lados dele há outros 12, com um total de 24. Os meridianos localizados à leste são classificados de 1 até 12, já aqueles localizados à oeste são classificados da seguinte maneira: -1 a -12.

Cada país possui seu fuso horário, sendo que sempre há mais de um, como no caso do Brasil, que possui quatro fusos horários.

Denominação do fuso horário

conceito de fuso horário
A sigla UTC é usada para denominar o fuso horário

A partir do Meridiano de Greenwich se pode contar as linhas verticais imaginárias (sendo que cada um possui uma hora). Ao leste de Greenwich, as horas ganham mais uma hora, já ao oeste elas são atrasadas em uma hora.

Esse sistema recebe a denominação de GMT (Greenwich Mean Time), contudo o mesmo teve seu nome mudado para Tempo Universal Coordenado (UTC).

Desse modo, cada meridiano é classificado por meio da sigla UTC, seguida do número do mesmo, assim: UTC+3, UTC-3, etc.

Tomando como base a cidade do Rio de Janeiro, seu fuso horário é UTC-3, enquanto que em Tóquio, no Japão, o seu fuso horário é UTC+9. Isso quer dizer que nessa cidade do Brasil será sempre mais cedo do que a cidade do Japão. Na realidade, no Rio de Janeiro é sempre mais cedo do que qualquer país da Ásia ou Europa, por exemplo. Contudo, em Punta Arenas, no Chile o fuso horário é igual ao do Rio de Janeiro, sendo UTC-3.

Sua utilidade

Por meio da padronização internacional dos fusos horários, as pessoas são capazes de saber sobre as horas em diversos países pelo mundo. Mas antes dessa padronização ser implementada, o que se fazia para determinar a hora em cada local era ter como base a posição do sol, contudo isso era algo que confundia aqueles que viajam para outros países.

Mas nos dias atuais se consegue determinar o horário de forma exata nos diferentes locais do globo. E isso torna mais fácil não apenas para os viajantes, assim como torna a comunicação e também relações exteriores mais facilitadas.

Como calcular o fuso horário de um local

O cálculo do fuso horário é algo simples de se fazer, veja um exemplo a seguir.

Sabendo que 1 fuso horário diz respeito a 1 hora e que isso possui 15° longitudinais, ao considerar o Meridiano de Greenwich como central, se quisermos saber qual o fuso horário de um local, basta então que se saiba quantos graus há entre esse lugar e entre o Meridiano de Greenwich localizado a leste ou oeste.

Como se sabe que ao leste do Meridiano de Greenwich se acrescente uma hora (+) e que a oeste se atrasa uma hora (-), vejamos um exemplo a seguir de como fazer esse cálculo.

Levando com conta que em Tóquio, no Japão, são 2 horas da tarde, então qual o horário numa cidade A que se encontra a 30° leste do Meridiano de Greenwich?

Para saber isso se começa fazendo a divisão da distância do Greenwich por 15°, que se trata da amplitude que possui um meridiano. E como resultados temos: 2 (30/15 = 2). Logo, isso quer dizer que há dois fusos horários entre as duas localizações e, assim, uma diferença de duas horas. E devido a esse ponto encontrar-se a leste do meridiano central, então basta que adiantemos o horário em 4 horas, tendo como resultado 6 horas da tarde nessa cidade A.

Esse exemplo de cálculo pode ser usado para saber o fuso horário de qualquer local.

Citação

SOUSA, Priscila. (3 de Outubro de 2022). Conceito de fuso horário. Conceito.de. https://conceito.de/horario