Conceito.de

Conceito de nervos

Escutar o artigo

Um nervo é um conjunto de fibras nervosas que conduz impulsos entre o sistema nervoso central e diversas partes do corpo. Este conjunto tem a forma de um cordão esbranquiçado e tem a capacidade de transmitir ondas eléctricas (os impulsos nervosos ou potenciais de ação) a grande velocidade.

nervos
Os nervos são cobertos por um tecido conjuntivo

De um modo geral, o impulso nervoso nasce no corpo celular de um neurónio e passa do axónio para o extremo; através da sinapse, consegue transmitir-se para outro neurónio.

Existem diversos tipos de nervos. Os nervos aferentes são aqueles que levam os sinais sensoriais da pele ou outros órgãos para o cérebro. Os nervos eferentes, por sua vez, transferem o impulso desde o cérebro até às glândulas e aos músculos.

Os nervos se tratam de feixes de fibras nervosas que são cobertos por um tecido conjuntivo. E ali existe uma camada que contém fibra e é chamada de epineuro, a qual é responsável por fazer o revestimento do nervo. Mas além disso, essa camada ainda faz o preenchimento dos espaços que há entre os feixes.

Cada um dos feixes recebe um revestimento por células que são conhecidas como perineuro. E na parte interna da bainha perineural estão as fibras cobertas, por sua vez, de uma outra camada chamada de endoneuro.

De acordo com a sua origem, os nervos podem ser cranianos (nascem no bolbo ou no encéfalo), raquídeos (originados na medula espinal) ou do sistema nervoso simpático. Relativamente à sua função, destacaremos os nervos sensoriais (transmitem estímulos dos órgãos dos sentidos), os motores ou centrífugos (levam as ordens de movimento para os músculos e as glândulas), os sensitivos ou centrípetos (conduzem as excitações externas para os centros nervosos) e os mistos (funcionam como motores e sensitivos).

Por outro lado, o conceito de nervos costuma fazer referência à tensão ou à agitação emocional que experimenta uma pessoa. Por exemplo: “Os nervos não me deixaram dormir durante toda a noite”, “Estava com os nervos de tal forma que não fui capaz de pronunciar uma única palavra”, “Estou com os nervos à flor da pele!”

Problemas devido a lesões nos nervos

conceito de nervo
Uma lesão nos nervos pode causar a perda de perda e de sensibilidade

Como o nervo possui a função de conduzir informações, se existe nele algum tipo de lesão, então essas informações acabam não sendo conduzidas até os centros nervosos e para outras áreas do corpo. E o que se tem como resultado das lesões nos nervos são:

– Atrofia dos músculos;

– Perda de sensibilidade;

– Perda da força nos músculos;

– Sensações de formigamento,

– E também pode haver fraqueza na região que foi afetada.

Há diversas causas para as lesões no nervo, onde boa parte das mesmas acontece devido a traumas. Mas há casos também em que doenças podem desencadear tais lesões nos nervos, a exemplo de: diabetes, doenças autoimunes, além do uso de certos medicamentos e o consumo de bebidas alcoólicas também serem coisas que podem provocar tal condição.

Nervo vago

O nervo vago é uma estrutura que é dividida em duas partes, com uma delas estando no lado direito, fazendo a interação com órgãos como o pâncreas e fígado, e a outra estando do lado esquerdo, fazendo a interação com estomago, coração e outros. O nervo vago passa, ainda, tanto do lado esquerdo quanto do direito, pelos rins, intestinos (delgado e grosso) e pulmões.

Esse nervo se inicia no tronco cerebral, seguindo por cada um dos lados do pescoço, passando pelo tórax e indo até o abdômen.

Há tratamentos médicos que fazem o estímulo desse nervo, sendo que isso é feito por motivos terapêuticos.

Um especialista pode utilizar um aparelho para gerar estímulo nesse nervo por meio de choques elétricos leves. Mas isso é algo realizado de forma limitada, sendo voltado para casos de epilepsia ou depressão, por exemplo, quando outros tratamentos não surtem efeito. Tal procedimento acaba gerando calma na atividade cerebral que esteja gerando uma alteração/distúrbio, posto que ele poderia fazer o cérebro liberar neurotransmissores que trariam essa calma na atividade relativa a convulsão.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (31 de Dezembro de 2012). Conceito de nervos. Conceito.de. https://conceito.de/nervos