Conceito.de

Conceito de plastídio

Um plastídio é um organelo presente nas células de tipo eucariota, cuja finalidade é gerar e acumular certas substâncias químicas.

Típicos de organismos como as algas, os vegetais e o plancton, os plastídios (igualmente conhecidos como plástidos ou plastos) são essenciais na síntese dos aminoácidos, na fotossíntese e noutros processos.

Nos organismos que se reproduzem sexualmente, os plastídios são transmitidos através das gametas. Tem ADN particular (denominado ADN plastidial) e dispõem de ribosomas de tamanho reduzido em comparação com os ribosomas do citoplasma.

De acordo com a sua origem e a sua estrutura, é possível diferenciar entre os plastídios primários e os plastídios secundários. Os plastídios primários estão presentes nas plantas terrestres e as algas verdes e vermelhas, ao passo que os plastídios secundários se encontram nas algas pardas e noutros organismos. Outra classificação, desenvolvida de acordo com a localização dos plastídios, fala de amiloplastos, proplástidos, leucoplastos e cromoplastos.

É importante destacar que, embora os plastídios sejam típicos das plantas, há animais que podem apresentar plastídios secundários nas suas células. Esse é o caso dos corais, que pertencem ao filo dos cnidários.

Há que destacar, por outro lado, que os plastídios fazem parte da actividade que permite às células armazenar proteínas, lípidos e hidratos de carbono, substâncias que são necessárias para sua subsistência e desenvolvimento. Os plastídios, além do mais, podem portar pigmentos que determinar a coloração do organismo em questão, como os carotenóides ou mesmo a clorofila.