Conceito.de

Conceito de reino monera

Os seres vivos podem classificar-se de várias formas. Essa classificação, de facto, foi evoluindo ao longo dos tempos, adaptando-se aos descobrimentos científicos e às diferentes posturas dos especialistas.

Dá-se o nome de reino monera ao conjunto de microorganismos compostos por uma única célula procariota, sem núcleo definido. A noção, no entanto, não é muito utilizada hoje em dia, pois prefere-se o conceito de reino procariota.
O naturalista alemão Ernst Haeckel (1834–1919) costuma ser referido como sendo o primeiro cientista em falar do reino monera. Em 1866, Haeckel dividiu os seres vivos em animais, plantas e protistas. Neste último reino incluiu um conjunto de organismos chamados moneras, que seriam os mais simples de todos. Nessa classificação também estavam os eucariontes e os procariontes.

Convém mencionar que na etimologia deste termo, o qual deriva de um vocábulo grego cuja pronunciação se aproxima a “moneres”, encontra-se a ideia de “simpleza”, e por isso foi escolhida para denominar estes organismos.
Na década de 1920, o francês Édouard Chatton (1883–1947) distinguiu os procariontes e os eucariontes. A partir de então, o reino monera começou a associar-se aos primeiros.

Actualmente, predomina a teoria dos cinco reinos: os seres vivos dividem-se em animais, plantas, fungos, eucariontes e procariontes. A classificação de monera ficou associada ao clã dos organismos procariontes, que são os organismos celulares de menor tamanho, isentos de núcleo celular e organelos.

A falta de uso da ideia de reino monera está relacionada com a distinção que actualmente se realiza entre as bactérias e as arqueias, dos conjuntos de diferentes características. Deste modo é modificado todo o sistema de classificação dos organismos.

As arqueias são um conjunto de microorganismos unicelulares que, à semelhança das bactérias, possuem uma morfologia procariota, ou seja que no tem núcleo nem, em geral, organelos membranosos no seu interior. Dado que na essência são diferentes das bactérias, têm o seu próprio reino (o domínio). No passado, quando eram incluídas no reino monera, os cientistas chamavam-nas arquebacterias, nome que já caiu em desuso.

O vocábulo monera ainda é usado em referência às bactérias em geral; noutros termos, serve para se referir ao ramo evolutivo (o clado) da qual fazem parte todos os organismos celulares que não possuem um núcleo definido, ou seja, os procariontes, as mais antigas formas de vida descobertas pelo ser humano.
Podemos dizer que o reino monera apresenta as seguintes características, somadas às já mencionadas em parágrafos anteriores:

* o seu tamanho, o mais pequeno de qualquer organismo celular, pode estar entre 3 e os 5 micrómetros (uma unidade de longitude que equivale à milionésima de um metro);
* no que toca ao nível celular, por norma, são organismos unicelulares;
* não possuem mitocôndrias, plastos nem sistemas endomembranosos de qualquer tipo;
* a sua alimentação é osmótrofa, ou seja que adquirem os nutrientes de que precisam sob a forma de substâncias dissolvidas, através do processo conhecido como osmose, e pode dar-se de forma heterótrofa (se se alimentam de substâncias que tenham sintetizado outros organismos) ou autótrofa (se elas mesmas sintetizam as suas próprias substâncias orgânicas, necessárias para o metabolismo, partindo de substâncias inorgânicas);
* requerem de um nível ínfimo de oxigénio para a sua sobrevivência;
* reproduzem-se fundamentalmente através de fissão binaria, de forma assexuada. Os organismos procariotas não experimentam a mitose. Trocam ou conjugam material genético para conseguir a formação de um novo exemplar;
* podem ter flagelos para facilitar a sua locomoção.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

colchão

O termo colchão refere-se a um elemento de forma retangular fabricado com materiais elásticos ou macios e que, localizado em...

Conceito de

coenzima

Coenzimas são componentes de enzimas. São substâncias orgânicas não proteicas que participam de reações catalisadas por...

Conceito de

colapso

O termo latino “collābi” que pode ser traduzido como cair, derivou na palavra “collapsu”. Essa palavra...

Conceito de

colágeno

O colágeno é uma proteína encontrada nos ossos, cartilagens e tecido conjuntivo. Secretado por certas células e presente em...

Conceito de

coincidência

Coincidência é o ato e o resultado de coincidir: acontecer ao mesmo tempo, estar de acordo, convergir. Coincidência também...

Conceito de

coexistência

Coexistência é a situação que ocorre quando um sujeito ou uma coisa existe ao mesmo tempo que outro ou outra. Coexistir, em...

Conceito de

foguete

A palavra foguete é um conceito que tem vários significados em nossa língua. Um foguete pode ser um dispositivo que se desloca...

Conceito de

coifa

O termo coifa provém do latim tardio “cofĭa” e faz referência a um tocado pequeno e de cor branca utilizado pelas criadas,...

ARQUIVOS