Conceito.de

Conceito de sinalagmático

Sinalagmático é um termo que deriva da língua grega e que está relacionado com um contrato (um acordo sobre um determinado assunto devendo ser respeitado por todas as partes que o subscrevem).

A ideia de contrato sinalagmático diz respeito a contrato bilateral, que é uma convenção que gera obrigações recíprocas para os que assinam o acordo. Deste modo, o sinalagmático é um contrato que se diferencia do unilateral (que implica obrigações para uma única parte).

Podemos encontrar uma grande variedade de contratos sinalagmáticos no dia-a-dia, pois trata-se de contratos que costuam reger diversas operações comerciais. O contrato típico de compra e venda, por exemplo, é sinalagmático.

Suponhamos que alguém vende o seu carro a outra pessoa. Ambos os sujeitos assinam um contrato sinalagmático: o vendedor fica na obrigação de entregar o veículo, ao passo que o comprador se vê obrigado a pagar um preço determinado.

Cabe aqui ainda dizer que, no caso do contrato de compra e venda, o vendedor ainda possui o direito de receber o valor por aquilo que fora vendido por ele.

Outro contrato sinalagmático é o contrato de arrendamento ou aluguer. Um indivíduo arrenda uma casa a outro por um prazo de doze meses. Através do contrato sinalagmático, assume a obrigação de ceder o uso da casa à outra parte, a quem cumpre pagar uma determinada quantia pelo aluguer em questão.

O contrato de prestação de serviços também é sinalagmático, pois provoca o nascimento de obrigações para a parte que oferece o serviço e para a parte que o contrata. O contrato estabelece as condições e o alcance do serviço, a forma de pagamento, as cláusulas de rescisão, etc.

Um outro tipo de contrato que também é caracterizado como um contrato sinalagmático é o contrato mútuo. Esse tipo de contrato trata de bens que podem seu substituídos por outros bens de mesmo valor, mesma quantidade e espécie.

Para a existência de um contrato mútuo temos a figura do mutuante e do mutuário. Mutuante é quem faz o empréstimo da coisa, transferindo a propriedades do bem fungível (“fungível” é traduzido como “aquilo que se gasta” ou “aquilo que é consumível”). Enquanto que o mutuário é quem recebe esse bem e tem a obrigação de fazer a devolução de um bem de mesmo valor, espécie e quantidade que o que consumiu.

Veja que mencionamos que o bem envolvido trata-se de um bem fungível, um bem que é gasto, ou seja, que irá desaparecer após o uso, o consumo. E ao mutuário ficará a obrigação de devolver para a outra parte um bem de mesma qualidade, quantidade e espécie.

A melhor maneira de ilustrar isso seria com o empréstimo em dinheiro. Uma instituição empresta uma quantia para o cliente e esse cliente a gasta, tendo que fazer a devolução do valor depois: na mesma quantidade, ou seja, esse é um bem que pode ser substituído por outro similar.

Cabe dizer que no caso do valor ser emprestado por uma instituição bancária, o contrato sinalagmático é o contrato mútuo na forma de mútuo oneroso (permitindo a cobrança de juros) e com uma garantia de devolução do valor.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

eixo terrestre

A noção de eixo tem mais de uma dúzia de significados. Pode ser a haste que sustenta um corpo enquanto ele gira, passando por...

Conceito de

égide

Égide tem origem na palavra latina “aegĭde” que significa o escudo de Júpiter ou o escudo de Minerva. De acordo...

Conceito de

écloga

Uma palavra grega que pode ser traduzida como escolha, chegou ao latim como “eclŏga” que em português se converteu...

Conceito de

Idade Antiga

Com origem etimológica na palavra latina “aetāte”, idade pode se referir a diferentes questões. Neste caso, vamos...

Conceito de

efusivo

O adjetivo efusivo é usado para qualificar aquilo ou aquele que manifesta ou revela efusão: ímpeto, vigor ou expansão nos...

Conceito de

efluente

A Michaelis, em seu Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa, define um efluente como um resíduo (em forma de fluido ou...

Conceito de

efeméride

A palavra grega “ephemerís”, que se refere ao que é próprio de um dia, derivou no latim “ephemerĭde”...

Conceito de

edema

A palavra grega “oidema” chegou ao nosso idioma como edema. O termo é usado no campo da medicina para se referir à...

ARQUIVOS