Conceito.de
Conceito de

Ajuda humanitária

Ajuda humanitária são ações que mitigam o sofrimento humano e restauram a dignidade nas situações de crise. E dentre as situações de crise que ela tenta amenizar há como citar os conflitos armados, os desastres naturais, as epidemias e outras.

ajuda humanitária
A ajuda humanitária é um apoio importante em diferentes esferas

Esse esforço compreende diversas intervenções que, geralmente, são coordenadas por organizações governamentais e também não governamentais, como é o caso das ONGs, agências da Organização das Nações Unidas – ONU (como é o caso da UNICEF e o ACNUR) e Cruz Vermelha. E há ainda os Médicos Sem Fronteiras.

Ajuda designa um auxílio ou apoio concedido a um ou mais indivíduos, já o termo humanitária serve para aclarar que se trata de algo voltado para seres humanos.

E a ajuda ou assistência humanitária tende a ser realizada segundo uma avaliação das necessidades, de acordo com os princípios humanitários de humanidade, mas também de neutralidade, imparcialidade e, ainda, de independência.

Missão e objetivos da ajuda humanitária

O principal foco da ajuda humanitária é salvar vidas. Ela atua para aliviar o sofrimento e resguardar os direitos das pessoas que foram cometidas por diferentes tipos de crises.

Esse tipo de ação fornece assistência médica, alimentos, água potável, abrigo, apoio psicológico, educação e demais formas de suporte que são muito importantes para garantir tanto que as pessoas sobrevivam como também que tenham uma vida com mais dignidade diante de situações de emergência.

Quem também precisa de ajuda humanitária são pessoas que perderam suas residências e aquelas que são vítimas da fome ou da nutrição.

Mas é necessário que não se confunda a ajuda humanitária com a cooperação para o desenvolvimento. Essa última se configura em um apoio para o desenvolvimento da economia, meio ambiente, além do desenvolvimento social e político.

Cabe dizer que há as ações humanitárias de curto prazo, com foco em salvar vidas, e as de longo prazo, voltadas para aliviar a pobreza e devolver a segurança social.

Intervenções e estratégias de ajuda humanitária

As intervenções humanitárias tendem a variar a depender da natureza e gravidade da crise.

Perante desastres naturais, como é o caso de terremotos, tsunamis e furacões, por exemplo, há uma mobilização por parte de equipes de resgate para buscar e resgatar os sobreviventes que ficaram presos nos escombros.

Depois que acontece esse resgate inicial, a prioridade muda e é agora o fornecimento de alívio para essas pessoas, como os citados abrigos temporários, água, ajuda alimentar, distribuição de suprimentos, assistência médica e outros.

Quando correm os conflitos armados, a ajuda humanitária costuma envolver o estabelecimento de corredores humanitários visando a entrega segura de ajuda para as populações civis no local. Esses corredores tornam o transporte de suprimentos como alimentos e medicamentos em um processo menos complexo.

Atuação das organizações humanitárias

conceito de ajuda humanitária
A ajuda humanitária une esforços de diversas organizações, instituições, etc.

As ONGs têm um importante papel na ajuda humanitária. Elas atuam em estreita cooperação com agências como as da ONU, com os governos e demais partes interessadas para ajudar as pessoas necessitadas em diferentes locais.

Organizações como Oxfam e Save the Children, por exemplo, estão entre as várias que atuam nas situações de emergência ao redor do mundo, proporcionando assistência médica, água, abrigos, programas de nutrição, educação e também apoio psicossocial para as comunidades afetadas.

A Cruz Vermelha é mais uma instituição de suma importância na resposta a crises. Ela proporciona assistência humanitária imparcial e neutra em todo o mundo, ou seja, ajudará as pessoas que forem vítimas de conflitos armados e demais tipos de violência, não escolhendo um lado, mas apenas oferecendo cuidados para quem precisa.

Mas além de conceder socorro em situações de emergência, a Cruz Vermelha ajuda ainda na reconstrução pós-desastre. Outra cosia que ela faz é ajudar a promover a resiliência comunitária.

Há muitas outras organizações e instituições pelo mundo que realizam serviços de apoio desse tipo. E o foco é sempre em ajudar as pessoas, independente da sua raça, etnia, crença, etc.

Desafios e perspectivas futuras

Mesmo com os esforços expressivos para fornecer ajuda humanitária, há muitos desafios ao longo do caminho. E tais desafios, persistentes, tornam mais difícil a eficácia das intervenções nas ajudas humanitárias.

Há como citar como exemplos, os obstáculos logísticos, a dificuldades para acessar a áreas afetadas pelos conflitos, a insegurança e mais. Esses e outros problemas tendem a impedir a entrega de ajuda para as pessoas necessitadas.

Soma-se a isso a escassez de financiamento e recursos apropriados. Esses dois limitariam a capacidade das organizações humanitárias para responder de forma adequada às emergências.

Desse modo, organizações, pessoas e mais se unem em prol de fortalecer a cooperação internacional e elevar o apoio para as operações humanitárias. E isso compreende o fortalecimento da capacidade local e também a promoção da participação de comunidades que foram afetadas no desenvolvimento e implementação de programas de ajuda.

Investir em ações para a prevenção de crises e na construção de resiliência também são ações de suma importância. Elas ajudam a diminuir a vulnerabilidade das populações contra futuros desastres e conflitos.

Citação

SOUSA, Priscila. (15 de Fevereiro de 2024). Ajuda humanitária - O que é, objetivos, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/ajuda-humanitaria