Conceito.de

Conceito de cinesioterapia

Escutar o artigo

Cinesioterapia é um termo que se refere às técnicas terapêuticas que ajudam a pessoa a recuperar o movimento normal de determinadas partes do seu corpo.

O conceito, por outro lado, menciona os saberes científicos e os estudos relacionados com estas técnicas. Por exemplo: “Depois do internamento, tive de fazer cinesioterapia durante três meses”, “Amanhã, não vou poder ir à tua casa, tenho sessão de cinesioterapia”, “Ainda não consultaste nenhum técnico de cinesioterapia? Pode ajudar-te a aliviar essas dores”.

A palavra cinesioterapia tem origem no vocábulo grego kínesis (“movimento”) e “terapia”. O estudo em si chama-se cinesiologia. Os seus conhecimentos são muito importantes para diagnosticar e tratar afecções que estejam ligadas aos músculos e aos ossos.

A cinesiologia abarca noções da anatomia humana, da fisiologia e até da psicologia, entre outras ciências, uma vez que estuda a relação entre a saúde e a qualidade dos movimentos.

Os conhecimentos cinesiológicos podem ser aplicados através da quiroprática, da fisioterapia, da ergonomia, do condicionamento físico e da própria cinesioterapia, seja para desenvolver uma terapia, para prevenir lesões ou para melhorar o rendimento atlético.

Desse modo, a cinesioterapia baseia-se no movimento. E os exercícios com o objetivo de promover tais movimentos nos segmentos do corpo podem ser ativos ou passivos.

– Exercícios ativos: esse são feitos pelo paciente de maneira voluntária, sendo necessário que a musculatura que será trabalhada esteja em condições para tal procedimento. Esses exercícios ajudam as articulações a manterem sua amplitude de movimentos, melhoram também a flexibilidade dos músculos, promovem o fortalecimento dos ossos e da musculatura, trazem benefícios também para o sistema circulatório e cardiovascular, entre outras coisas;

– Exercícios passivos: nesses é o especialista o responsável por realizar os movimentos no corpo do paciente, sem que o paciente execute tais movimentos de maneira ativa. Esses exercícios são indicados para pacientes com algum tipo de limitação física, seja por alguma condição de saúde ou por terem realizado uma cirurgia, por exemplo.

Cinesioterapia, por tanto, se refere a um tratamento que é indicado para prevenção e recuperação de lesões osteoarticulares e também lesões musculoesqueléticas. Se tais lesões não forem tratadas adequadamente, então outros membros poderiam se sobrecarregar, o que causaria ainda mais complicações.

Pacientes que sofrem com problemas como tendinite, lombalgia, hérnia de disco, artrose no joelho, entorse, bico de papagaio, etc., podem se beneficiar com esse tipo de tratamento.

Mas além de ajudar para evitar a evolução de tais condições, a cinesioterapia ainda é essencial para proteger a qualidade de vida do paciente, dado que essas condições citadas podem gerar alterações na rotina da pessoa, tornando mais difíceis a realização de atividades do dia a dia. E essa é ainda uma forma de tratamento preventivo, podendo evitar problemas que possam afetar o sistema locomotor.

É importante saber distinguir o trabalho realizado por um cinesioterapeuta e o de um fisioterapeuta. O primeiro dedica-se a avaliar que inconvenientes se produzem num movimento de acordo com a anatomia, a fisiologia e a biomecânica. O segundo, em contrapartida, limita-se a aplicar algumas técnicas terapêuticas na tentativa de reverter o problema previamente identificado.

Porém, há países onde os terapeutas físicos são reconhecidos como cinesioterapeutas, embora não de forma legal. No caso de Portugal, por exemplo, os fisioterapeutas são mais comuns para além de o país prever regulamentação e estudos específicos para obter o título, o que não acontece com a cinesioterapia.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (23 de Maio de 2012). Conceito de cinesioterapia. Conceito.de. https://conceito.de/cinesioterapia