Conceito de civilização


Set 30, 13

A civilização é a acção e o efeito de civilizar (melhorar a formação e o comportamento das pessoas, elevar o nível cultural de uma sociedade). A civilização, por conseguinte, é o estádio cultural próprio das sociedades mais avançadas segundo o seu nível de ciência, artes, etc.

O conceito é usado, em geral, para se referir a uma sociedade complexa, diferente das sociedades tribais da antiguidade. O termo também é usado como sinónimo de progresso. Exemplos: “A civilização ainda não chegou a estas terras”, “Não podemos permitir que centenas de pessoas vivam fora da civilização e lutem como animais”, “Quando era adolescente, o meu sonho era abandonar a civilização e ir viver para o campo”.

Enquanto estádio cultural, a civilização sucede ao selvagismo e ao barbarismo. Costuma considerar-se que a civilização se inicia a partir do século XV, com a Era dos Descobrimentos, e se fixa a partir do século XVIII com a Revolução Industrial.

A noção de civilização, por outro lado, pode usar-se como sinónimo de cultura. Nestes termos, a civilização constitui uma cosmovisão ou uma ideologia, com diversos valores, costumes, crenças e instituições: “A civilização maia foi uma das precursoras da astronomia”, “Muitos acham que, na sequência dos atentados do 11 de Setembro de 2001, se desatou um choque de civilização entre o Ocidente e o Oriente”.

O processo de expansão da civilização ocidental recebe o nome de globalização. Trata-se de um processo mundial que implica a interdependência dos países, a unificação dos mercados e das culturas e a imposição do sistema capitalista e da democracia liberal.