Conceito.de

Conceito de diálogo

Com origem na palavra latina dialŏgus que, por sua vez, provém de um conceito grego, um diálogo é uma conversa entre duas ou mais pessoas, que manifestam as suas ideias ou afectos de forma alternativa. Neste sentido, um diálogo é também uma discussão ou uma troca de impressões com vista a chegar a um entendimento.

Por outro lado, o diálogo é uma obra literária, em prosa ou em verso, em que é simulada uma conversação ou controvérsia entre dois ou mais personagens. É usado como tipologia textual na literatura quando surgem dois personagens que adoptam o discurso diegético e agem como interlocutores.

Ainda que o diálogo se inicie por meio de diferentes pontos de vista, sendo isso crucial para que o mesmo exista, um bom diálogo é desenvolvido com base num ambiente de reciprocidade e conscientização. Os primeiros diálogos que se tem informações são do ano de 1433 no Oriente Médio e Ásia, com disputas na civilização suméria que foram preservadas em cópias.

Na sua acepção mais habitual, o diálogo é uma modalidade do discurso oral e escrito através da qual comunicam entre si duas ou mais pessoas. Trata-se de uma troca de ideias por qualquer meio, direto ou indireto.

No tocante a literatura, o diálogo ainda pode ser classificado em discurso direto e indireto.

O discurso direto é o tipo de discurso mais comum. O objetivo dele é apresentar as falas dos personagens, sem seja necessário um narrador. Por exemplo:

“Nisso ele afirmou:

– Tenho plena certeza de que o encontraremos.”

Já o discurso indireto tem a participação do narrador na apresentação dos fatos e acontecimentos, exemplo:

“Ele afirmou que tinha plena certeza de que o encontrariam.”

Nesse caso, no discurso indireto ainda são utilizadas conjunções como “que” ou “se” para separar a fala do personagem da fala do narrador.

O diálogo pode ser tanto uma conversa amável como uma violenta discussão. Porém, costuma-se falar do diálogo como sendo uma troca de ideias onde se aceitam os pensamentos do interlocutor e os participantes estão dispostos a mudar os seus próprios pontos de vista, daí haver um consenso quanto à necessidade de dialogar em variadíssimas áreas, como a política, por exemplo.

Diz-se que as pessoas sedentas de poder e as autoritárias tendem a excluir o diálogo por pretenderem que a sua verdade seja a única válida e desacreditarem as opiniões dos oponentes, com o intuito de fortalecerem o seu domínio.

O diálogo genuíno faz por procurar a verdade e fomentar o conhecimento sem preconceitos, o que já não acontece com a retórica, que tenta persuadir e convencer ao manipular a opinião.

O diálogo não pode ser definido como qualquer conversa, já que para sua progressão são necessárias regras e que as mesmas sejam obedecidas pelos dois ou mais interlocutores. Sem isso não é possível a existência de um diálogo.

Esse tipo de conversa trata-se da interação entre os dois interlocutores (ou mais) onde ambos trocam ideias e informações a fim de se chegar a um acordo. E esse acordo é tanto o fim do diálogo quanto também a condição para que o mesmo se desenvolva, uma vez que o diálogo só pode acontecer se ambos não fizeram uso de violência e buscarem atender a premissa da verdade.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

drone

O termo inglês “drone” chegou ao português como drone: uma aeronave que não tem tripulantes. Uma aeronave é um...

Conceito de

dragar

O verbo dragar refere-se ao uso de uma draga para limpar e aprofundar um rio, lago, canal ou outro corpo de água. A draga, por...

Conceito de

drástico

A etimologia de drástico nos leva a “drastikós”, palavra da língua grega. É um adjetivo que pode ser usado para...

Conceito de

quarto

O vocábulo latino “quartu” chegou ao português como quarto. Este é nome do aposento de uma casa que é usado...

Conceito de

dotação

A dotação é o ato e o resultado de dotar: outorgar, contribuir, equipar ou atribuir algo. Dotação é também o que ocorre...

Conceito de

dossiê

O termo dossiê, que vem de “dossier” francês, se refere a um relatório que coleta dados sobre um determinado...

Conceito de

dose

A etimologia de dose refere-se ao latim medieval, embora sua origem seja encontrada na palavra grega “dósis” (que...

Conceito de

dormir

O verbo dormir se refere ao que um ser humano ou animal faz quando está em um estado de repouso que implica a ausência de...

ARQUIVOS