Conceito de acordo


Jan 21, 14

Um acordo é um convénio entre duas ou mais partes ou uma resolução premeditada de uma ou mais pessoas. Exemplos: “Os directores chegaram a um acordo e Mahmoud Gleuk passará a jogar na equipa espanhola a partir da próxima temporada”, “Não houve acordo entre o Governo nacional e os credores”, “A Polónia vai assinar um acordo com a Rússia para a exportação de agro-químicos”.

Pode-se dizer que um acordo é o fruto (resultado) de uma negociação ou de um debate. As partes envolvidas expõem os seus argumentos durante as negociações e procuram uma posição comum; ao encontrá-la, chegam a acordo. Por hábito, durante o processo de procura de um acordo, cada parte cede em prol dos interesses comuns.

Os acordos podem ocorrer em qualquer âmbito. Dois países podem chegar a acordos através dos seus respectivos governos, seja em matéria económica, social ou outra. Um exemplo de acordo entre um país X e um país Z poderia implicar que X reduza os impostos para a entrada de produtos electrónicos de Z, ao passo que Z se compromete a comprar uma certa quantidade de matérias-primas de X.

Os partidos políticos (na apresentação de projectos em comum), os clubes desportivos (na transferência de jogadores) e as empresas privadas (no lançamento de campanhas ou produtos em conjunto) são outras entidades que costumam negociar acordos.

A resolução que se toma em ordens profissionais, sociedades ou tribunais; o sentido ou o conhecimento de algo; e a recordação das coisas são outros sentidos admitidos pelo termo “acordo”.