Conceito.de

Conceito de eucariota

Eucariota é um adjetivo que se utiliza na biologia para fazer referência às células que apresentam um núcleo individualizado, protegido por uma membrana e com citoplasma organizado. Também se considera eucariota todo e qualquer organismo constituído por este tipo de célula.

As células eucariotas têm a sua informação genética fechada dentro do invólucro nuclear. O seu citoplasma apresenta orgánulos interligados cujos limites se encontram fixados por membranas biológicas. O compartimento mais notável do protoplasma é o núcleo.

Elas são conhecidas também por “eucariontes”, especialmente no Brasil. E esse termo tem o significado de “núcleo verdadeiro”, sendo isso o que se pode ver nessas estruturas.

Os eucariotas costumam conter mitocôndrias, que são orgánulos membranosos que produzem energia. Porém, alguns eucariotas protistas deixam de evidenciar mitocôndrias com o passar da evolução. A presença de plastos no citoplasma, por outro lado, permite que certos eucariotas possam realizar a fotossíntese.
Apesar da variedade de eucariotas, estas células partilham uma mesma composição bioquímica e um metabolismo homogéneo. Esta é uma importante diferença comparando com as procariotas, isto é, as células cujo material genético se encontra repartido em diversos organelos.

Cabe destacar que os organismos eucariotas constituem o domínio Eucária, que inclui organismos dos quatro reinos: animais, plantas, fungos e protistas. A maioria dos organismos já extintos, estudados pelos paleontólogos, pertenceu a este domínio.

Quanto ao seu surgimento, o que se acredita é que as células eucariotas provieram das procariontes através da chamada endossimbiose, o que significa que uma célula se internalizou em outra que passou a desempenhar certa função.

As células eucariontes conseguem realizar dois processos muito importantes de divisão celular que são a mitose e a meiose.

Os eucariotas reproduzem-se através da divisão assexual no processo de mitose e, regra geral, através de processos de reprodução sexual com base na meiose. Os procariontes, por outro lado, não se reproduzem através da meiose.

Enquanto na mitose o que ocorre é que a célula diploide origina duas células diploides (sendo essas similares a sua originadora), na meiose o que acontece é que uma célula diploide dá origem a quatro células haploides, tendo ela a metade da quantidade de cromossomos da espécie.

A reprodução dos eucariotas implica uma alternância entre gerações haplóides e gerações diplóides.

Podemos encontrar as células eucariontes (eucariotas) nos seres vivos unicelulares (que são aqueles que contam com apena uma célula) ou nos pluricelulares (aqueles que contam com mais de uma célula). E esses seres encontram-se nas classes dos protozoários, fungos, animais e plantas.

Algo sobre esse tipo celular é que ele não mantém-se espalhado pelo citoplasma, do modo como acontece com as células procariontes, o que acontece é que ele fica restrito para a região do núcleo.

Outra coisa importante de mencionar é que as células eucariotas são mais complexas que as células procariontes.

E o núcleo que delimita essa célula por um envolto nuclear faz a proteção das moléculas de DNA que estão nessa região. No interior do núcleo é onde acontece a duplicação do DNA e também a síntese de RNA.