Conceito.de

Conceito de protozoários

Os protozoários (ou Protozoa) são organismos unicelulares ou compostos por um grupo de células que são idênticas entre si. Escrito com letra inicial maiúscula no início (Protozoa), este conceito refere-se ao taxon que formam estes seres vivos.

O habitual é que os protozoários sejam organismos unicelulares de tipo eucariota que se desenvolvem na água, apesar de também haver muitos que sobrevivem em meios húmidos. Os protozoários reproduzem-se sexualmente, assexualmente ou até através de uma troca de material genético.

É possível, conseguinte, encontrar protozoários muito diferentes entre si. De facto, os científicos descobriram cerca de 30.000 protozoários diferentes. Alguns medem cerca de um milímetro e outros, não passo dos dez micrómetros, um dado que revela a disparidade de tamanhos no conjunto.

Há diversos protozoários que se podem deslocar pelos seus próprios meios através de um órgão chamado flagelo. Isto permite deslocar-se para ir em busca de bactérias, algas e fungos para a sua alimentação, por exemplo.

A classificação mais habitual distingue quatro tipos de protozoários. Os protozoários flagelados são aqueles que dispõem dos ditos flagelos. Os protozoos ciliados, por sua vez, estão recobertos de cílios.

Os protozoários esporozoários caracterizam-se por ser parasitas e contar com uma mobilidade bastante reduzida. Os protozoários rizópodes, por fim, mobilizam-se através de uns apêndices que se denominam pseudópodes.

Os plasmódios, os metamonadas, os opalinas e as amebas são alguns dos organismos que fazem parte do conjunto dos protozoários, descoberto pelo Holandês Anton van Leeuwenhoek em 1674.