Conceito de inteligência artificial


Set 07, 13

A inteligência diz respeito ao facto de saber escolher as melhores opções para resolver algum tipo de problema. Existem diversos tipos de inteligência conforme os seus atributos e processos, como a inteligência operacional, a inteligência biológica ou a inteligência psicológica.

Artificial, por outro lado, é um adjectivo que se diz daquilo que é feito pela mão, arte ou pelo engenho do homem. O artificial também permite referir-se àquilo que não é natural ou que é falso.

A noção de inteligência artificial foi desenvolvida em referência a certos sistemas criados pelos seres humanos que constituem agentes racionais não vivos. A racionalidade, neste caso, é entendida como a capacidade de maximizar um resultado esperado.

A inteligência artificial, por conseguinte, consiste na concepção de desenhos que, ao executar-se sobre uma arquitectura física, produzem resultados que maximizam o rendimento. Estes processos baseiam-se em sequências de entradas que são percebidas e armazenadas pela dita arquitectura.

Os dispositivos que dispõem de inteligência artificial podem executar diversos processos análogos ao comportamento humano, como a execução de uma resposta por cada entrada (semelhante aos actos reflexos dos seres vivos), a procura de um estado entre todos os possíveis segundo uma acção ou a resolução de problemas através de uma lógica formal.

“A. I. – Inteligência artificial” também é um filme realizado por Steven Spielberg, cuja estreia teve lugar em 2001. O seu argumento baseia-se na história de um robô que, ao ter sido criado para substituir uma criança humana, demonstra ter sentimentos. O filme tem por base um relato de Brian Aldiss e inclui elementos retomados do Pinóquio.