Conceito.de

Conceito de petróglifo

Petróglifo, que é uma noção com origem na língua grega, é a gravação que, na pré-história, era feita sobre as pedras. Os seres humanos primitivos, deste modo, batiam nas pedras e trabalhavam-nas (desbastando-as) para deixar certas marcas.

Para realizar um petróglifo, a pessoa trabalhava sobre a superfície da pedra, levantando-a aos poucos conforme o desenho em questão. Para esse efeito, podia picar o material, submete-lo à abrasão ou riscá-lo.

Graças aos petróglifos, os homens pré-históricos podiam comunicar uns com os outros e deixar registos sobre as pedras, pelo que se considera que esta técnica é um antecedente afastado das escrituras.

Os petróglifos fazem parte daquilo que se conhece como arte rupestre. Estas imagens não se constituem como uma linguagem nem implicam uma mensagem escrita, ao contrário dos hieroglíficos, das pictografias e outros métodos. A função dos petróglifos é mostrar desenhos que permitem exibir uma cena ou narrar, de alguma forma, uma história.

Pode-se encontrar petróglifos em diversas partes do mundo. Na América Latina, existem os petróglifos de Miculla, por exemplo, que se encontram no território peruano.

O continente asiático, por sua vez, alberga os petróglifos de Wadi Rum (Jordânia), que estão entre os mais famosos do mundo. Estas gravações situam numa área que foi declarada Património da Humanidade pela UNESCO.

A Espanha, a Suécia, a Noruega e a Itália, entre outros, são países europeus com importantes petróglifos históricos, tal como Camarões, a Líbia, o Gabão e o Egipto em África. Como se pode verificar, a técnica chegou a expandir-se em todo o mundo.