Conceito.de
Conceito de

Raciocínio científico

Raciocínio científico costuma ser definido na literatura como um apanhado de habilidades importantes para os processos de investigação. A exemplo da geração de hipóteses, da experimentação, também da avaliação de evidências, bem como do desenvolvimento de instrumentos intelectuais como os pensamentos analógico e indutivo.

raciocínio científico
O raciocínio científico é um pensamento mais criterioso, com mais profundidade

A ciência é um conjunto de técnicas e de métodos que permitem organizar o conhecimento sobre a estrutura de factos objetivos e acessíveis a muitos observadores. O raciocínio, por sua vez, é o produto da mente, isto é, aquilo que resulta da atividade intelectual.

É evidente que o ser humano raciocina para realizar qualquer tipo de atividade, desde as mais simples e quotidianas (como, por exemplo, escolher que sapatos usar durante o dia) até às mais complexas e abstratas (programar um sistema informático, por exemplo). A diferença entre o raciocínio diário e o raciocínio científico reside na profundidade e nos níveis de abstração.

Ambos os tipos de raciocínio são complementares: a ciência surge a partir do momento em que o raciocínio diário deixa de projetar ou de proporcionar as respostas necessárias aos problemas das pessoas.

Entre as principais características do raciocínio científico destacam-se a objetividade (os factos são tomados tal e qual são apresentados na realidade), a racionalidade (parte de princípios e de leis científicas) e a sistematicidade (o conhecimento é ordenado e hierarquizado).

O raciocínio científico também é fático (os fatos analisados são uma realidade), transcendente (vai para além dos factos), analítico (descompõe e recompõe o todo), preciso (evita as vaguidades), simbólico (de modo a poder explicar-se melhor), verificável (é alvo da observação e da experimentação), metódico (planeia-se e organiza-se), preditivo (a partir do presente, pode-se ir ao passado ou ao futuro), aberto (está constantemente em evolução) e útil (procura contribuir para melhorar a sociedade).

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • O desenvolvimento de habilidades ligadas ao raciocínio científico é crucial para o crescimento cognitivo das crianças e deve ser incentivado desde cedo.
  • Integrar elementos lúdicos e contextualizados na aprendizagem de ciências ajuda as crianças a se interessarem por exploração e observação do mundo, estimulando raciocínio, imaginação e criação.
  • É importante para os professores entenderem e valorizarem o papel do raciocínio científico na educação infantil, dando ênfase à observação, classificação e ordenação e iniciando a introdução aos processos de investigação.
  • O raciocínio científico envolve várias abordagens mentais usadas por cientistas, como métodos lógicos, análises críticas e o uso de conhecimento específico para interpretar fenômenos naturais. Entender estes estilos de raciocínio ajuda no desenvolvimento de habilidades de questionamento, interpretação de dados e desenvolvimento de explicações.

Raciocínio científico e seu desenvolvimento na infância

O raciocínio científico é ainda algo muito importante na fase da infância. O desenvolvimento de habilidades ligadas ao raciocínio científico é um atributo do desenvolvimento cognitivo das crianças.

Habilidades próprias do processo investigativo focam em apoiar o desenvolvimento das funções psíquicas superiores, aprimorando o desenvolvimento completo da criança.

Desse modo, a aprendizagem sobre os conhecimentos científicos numa perspectiva com contexto, a qual leva em conta ainda os aspectos lúdicos, ajudaria a criança a se aproximar da ciência, da exploração do mundo a sua volta, a estimulando a observar os fenômenos, ampliar suas habilidades de raciocínio, sua imaginação e também sua criação.

Especialistas relatam que é essencial que o professor entenda como a introdução de aspectos do raciocínio científico ajudaria no futuro e no aprendizado das crianças na fase de educação infantil.

Os currículos dão ênfase para os processos de observação, classificação e ordenação daquilo que é absolutamente perceptível, resultando em que o abstrato, aquelas ideias não ligadas ao concreto e o manipulável, assim como os processos de investigação, sejam deixados para os próximos anos.

No desenvolvimento da criança, as facetas de comunicação, concentração, memorização, percepção, imaginação e expressão são otimizadas devido à diligência do educador, que se dedica em incentivar de modo contínuo as crianças.

E na introdução às disciplinas científicas, o propor de tarefas de investigação contribuiria para o avanço do desenvolvimento infantil. Isso com base na construção de um plano mental. Desse modo, é algo muito importante já a partir dessa fase da vida, sendo essencial o apoio do docente para as crianças nesse processo.

Sobre os estilos de raciocínio científico

conceito de raciocínio científico
O raciocínio científico é usado por cientistas na resolução de problemas

Os estilos de raciocínio científico compreendem às abordagens mentais usadas pelos cientistas para investigar e resolver problemas. Essas abarcam métodos lógicos, análises críticas e o uso de conhecimentos específicos a fim de compreender fenômenos naturais. E esses estilos variam, havendo dedução, indução, experimentação e mais.

Esses estilos de raciocínio são inerentes à maneira como os cientistas elaboram questões, interpretam dados e desenvolvem explicações para fenômenos naturais. A dedução, é um exemplo desses. Ela compreende a implementação de regras gerais em casos específicos, em busca de conclusões lógicas.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (30 de Dezembro de 2011). Atualizado em 30 de Janeiro de 2024. Raciocínio científico - O que é, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/raciocinio-cientifico