Conceito.de

Conceito de suscitar

Para poder aprofundar o significado do termo suscitar, é necessário conhecer a sua origem etimológica. Posto isto, podemos dizer que deriva do latim, concretamente do verbo “suscitare”, que se pode traduzir como “levantar” ou “gerar”. Um verbo que é fruto da soma de três partes claramente delimitadas:

-O prefixo “sub-”, que significa “debaixo”.
-O componente “citus”, que é equivalente a “movido”.
-O sufixo “-ar”, que é utilizado para dar forma a verbos.

Este verbo refere-se a gerar, provocar, causar ou impulsionar algo. Exemplos: “O objectivo de uma publicidade é suscitar o interesse de compra dos potenciais consumidores”, “É importante suscitar na comunidade o interesse pelos assuntos ecológicos”, “O novo filme do realizador ibérico é uma proposta capaz de suscitar emoções intensas”.

Aquilo que suscita algo, por conseguinte, forma, cria ou fomenta. Peguemos no caso de um livro que compila diversos relatos de terror. O objectivo do autor, dadas as características do seu trabalho, será causar medo no leitor. Isto significa que o escritor pretende que, quando alguém leia o seu livro, se sinta atemorizado pelo conteúdo das histórias.

Este verbo pode aparecer em múltiplos contextos. Se entre os membros de um governo, um dos funcionários mantém frequentes contactos com elementos da oposição e não se expressa com convicção sobre as propostas governamentais, pode suscitar desconfiança ou receio entre os seus companheiros. A conduta e a atitude do funcionário em questão produzirão questionamentos entre outros membros do governo.

Na actualidade, é bastante utilizado o verbo que nos interessa em relação às redes sociais em particular e à Internet em geral, sendo muitas as publicações que aparecem na Rede que se estabelece que “suscitam polémica”. Posto isto, deparamo-nos com um grande debate desde comentários de políticos até fotografias publicadas por anónimos.

Em concreto, entre aquelas que mais debate têm gerado estão aquelas de mulheres amamentando os seus bebés em espaços públicos. Para alguns internautas vêm a reflectir simplesmente algo totalmente natural, como constitui o acto de alimentar um filho, ao passo que para outros, esse é um momento íntimo que se deve realizar em absoluta privacidade.

Um determinado fármaco, por outro lado, pode suscitar o desejo ou a necessidade de dormir. Neste caso, a substância provoca sonolência como um efeito secundário ou colateral.

Um assunto que tem a capacidade de suscitar o interesse da sociedade, por fim, é aquele que chama a atenção de uma grande quantidade de gente: uma medida económica que afecta toda a população, uma Taça do Mundo de futebol, a criação de um novo feriado ou dia festivo, etc.

A todo o exposto, podemos acrescentar que a música consegue suscitar emoções no ser humano. Pois quando se ouve uma música, não só se sente imensa alegria e felicidade como também se pode sentir tristeza ou melancolia ao evocar recordações.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

caucasiano

O adjetivo caucasiano refere-se a quem é natural do Cáucaso ou àquele ou aquilo que está ligado a essa região que se situa...

Conceito de

cátodo

A noção de cátodo é usada no campo da física para designar um eletrodo negativo. A etimologia do termo nos remete à palavra...

Conceito de

católico

O termo grego “katholikós”, que chegou ao latim como “catholĭcu” e depois ao português como católico,...

Conceito de

cátion

A palavra grega “katión” chegou ao inglês como “cation” e derivou em nossa língua como cátion. O...

Conceito de

“catering”

O conceito de “catering” faz parte do idioma inglês, mas, de qualquer forma, também é aceito pela Michaelis em seu...

Conceito de

catequese

A noção de catequese refere-se à instrução ligada à religião. O conceito costuma ser usado com relação ao local ou ao...

Conceito de

categoria

A palavra grega “kategoría” chegou ao latim como “categorĭa” e, através do francês, derivou no termo...

Conceito de

luneta

Uma luneta é uma ferramenta óptica portátil que pode ser expandida de acordo com a necessidade do usuário. É um tipo de...

ARQUIVOS