Conceito.de
Conceito de

Discriminação

Discriminação se trata do ato de distinguir de acordo com gênero, raça, etnia, condição social, religião ou mesmo deficiência. Nesse caso, uma ou mais pessoas podem excluir ou se manter distante de alguém ou de algum grupo devido a tais fatores.

discriminação
A discriminação é quando se isola uma ou mais pessoas devido a sua crença, etnia, deficiência, cor da pele, etc.

A discriminação se traduz em uma atitude social que trata um indivíduo com diferença e injustiça em virtude das suas características pessoais. E ela é tida como uma preocupação de grande gravidade.

Quando estimulada pelo preconceito, a discriminação gera exclusão, piadas ofensivas e até violência, perpetuando o ciclo de desigualdade. Racismo, xenofobia e outros são classificados como discriminação.

No caso do Brasil, mesmo sendo um país classificado como rico em diversidade cultural, há muitos problemas de discriminação. E essa acomete âmbitos distintos, com destaque para a discriminação relativa a raça, orientação sexual e religião.

Mas cabe ressaltar que a discriminação tende a assumir uma forma positiva quando medidas são aderidas a fim de auxiliar grupos socialmente desfavorecidos, com foco em reduzir desigualdades econômicas e sociais.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • Preconceito se configura em uma atitude ou opinião negativa e infundada a respeito de um indivíduo ou grupo, com base em características como gênero, orientação sexual, raça, religião, nacionalidade, etc.
  • Discriminação é uma ação que manifesta o preconceito e compreende ações concretas que resultam em tratamento injusto ou na privação de oportunidades para pessoas ou grupos com características pessoais específicas.
  • Existem vários tipos de discriminação que afetam indivíduos e grupos em diferentes esferas da sociedade, incluindo discriminação com base na identidade de gênero e discriminacao devido a orientação sexual.
  • A discriminação racial é a prática de tratar indivíduos de forma injusta ou desigual com base em sua raça ou etnia, muitas vezes enraizada em estereótipos e preconceitos negativos.

Discriminação e preconceito

A diferença entre discriminação e preconceito é que o preconceito ajunta pensamentos desfavoráveis sobre certas categorias sociais. Já a discriminação põe esses pensamentos em ação.

Preconceito se configura em uma atitude ou opinião que uma pessoa (ou mais) possui quanto a um indivíduo ou grupo e que é negativa e infundada. Ele se fundamenta em características como gênero, orientação sexual, raça, religião, nacionalidade, etc.

As atitudes preconceituosas são frequentemente baseadas em estereótipos, falta de entendimento ou de experiência direta com a pessoa ou grupo que é o foco do preconceito.

Desse modo, se diz que o preconceito se encontra na ordem do pensamento, já a discriminação na ordem da ação. E a discriminação designa a um comportamento que manifesta o preconceito.

E essa se trata de uma ação sucederia com ou sem a intenção, mas gera a inferiorização de uma ou mais pessoas por conta de características como as citadas.

Logo, o preconceito se traduz em uma atitude mental ou emocional, ao passo que a discriminação compreende ações concretas que culminam no tratamento injusto ou na privação de oportunidades as pessoas ou grupos segundo suas características pessoais.

Discriminação positiva

conceito de discriminação
A discriminação ajudaria a trazer mais campanhas e ações de conscientização e apoio

Existem varados tipos de discriminação que acometem indivíduos e grupos em distintas esferas da sociedade. A discriminação positiva, nesse caso, designa ações com foco em ajudar os que são atrapalhados por disparidades econômica, social, racial, etc.

O sistema de cotas raciais em faculdades públicas no Brasil, por exemplo, se trata de um caso de discriminação positiva. Diz-se que as iniciativas desse tipo surgiram primeiro na Índia e nos Estados Unidos, em 1950, nomeadas como ação afirmativa.

Mas cabe dizer que é dito que proporcionar tratamento preferencial em educação, renda e morada às minorias carentes é diferente de discriminar alguém devido a raça, gênero, religião, idade, nível de inteligência, orientação sexual, etc.

Discriminação de gênero

Outro tipo de discriminação comum é a que ocorre devido a identidade de gênero. Essa é caracteriza por tratar alguém com injustiça se baseando em normas, papéis e expectativas socialmente arquitetados e associados ao gênero.

Isso afeta não somente homens e mulheres, mas ainda aqueles de identidades de gênero diversas. Esse se trata do caso de travestis, ou transexuais, que integram o grupo que alguns chamam de transgênero ou trans.

Mas há ainda esse tipo de discriminação quando um homem é criticado por outros homens por, por exemplo, chorar diante de outras pessoas, já que boa parte da sociedade acredita que esse seja um comportamento feminino. Essa então seria uma discriminação de gênero com ele, com os demais pressionando-o para que adira ao que é considerado como tradicional do masculino, limitando sua expressão e sentimentos.

Discriminação sexual

Há ainda a discriminação devido a orientação sexual. Essa é caracteriza por uma pessoa ser tratada de maneira injusta ou desigual devido ao seu sexo biológico. A mesma inclui os preconceitos e estereótipos compartilhados a respeito da população LGBTQIA+. A mesma tende a ocasionar tratamentos desiguais no emprego, acesso a oportunidades, recursos, entre outras.

Há como citar como exemplo quando uma mulher não é promovida, mesmo tendo todas as qualificações para tal, porque se considera que uma mulher não deve ocupar uma posição de liderança na empresa. E isso exibe um estereótipo sobre as capacidades femininas.

Discriminação racial

A discriminação racial se trata da prática de tratar indivíduos de maneira desigual ou injusta de acordo com a sua raça ou etnia.

Tal forma de discriminação tem raízes em estereótipos, preconceitos e também atitudes negativas quanto a determinados grupos étnicos. E isso existe em diversos países.

Há como citar como exemplo as abordagens policiais. Ali, é comum que indivíduos sejam parados por policiais com base em sua aparência racial, ao invés disso acontecer com base em evidências claras quanto a atividades criminosas. E isso é algo que costuma gerar tratamentos aplicados de modo injusto e uma violência sem cabimento contra essas pessoas, especialmente entre negros e indígenas.

Citação

SOUSA, Priscila. (8 de Dezembro de 2023). Discriminação - O que é, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/discriminacao