Conceito.de
Conceito de

Movimentos sociais

Movimentos sociais são ações organizadas em grupo, focadas em promover mudanças ou defender interesses particulares na sociedade. Surgem como resposta diante de injustiças, desigualdades ou devido a necessidades não atendidas.

movimentos sociais
Há diferentes tipos de movimentos sociais

Esses movimentos mobilizam pessoas ao redor de causas variadas, tais como: direitos humanos, movimentos ambientais, sobre igualdade de gênero e outras.

Os movimentos desse tipo tendem a adotar variadas formas de ação. E dentre essas há os protestos, petições, manifestações, greves e ativismo online. Marchas, piquetes, boicotes, petições e hashtags ativistas estão entre as demais ações realizadas.

É função essencial dos movimentos sociais atuarem em prol da construção e na transformação das estruturas políticas, sociais e também culturais. E desse modo eles exercem pressão em instituições governamentais e demais atores a fim de promover mudanças e assegurar direitos.

Ao longo da história, esses movimentos atuam como agentes para o progresso e a resistência, auxiliando na construção de sociedades onde haja mais justiça e democracia.

Sociólogos que contribuíram com a criação e desenvolvimento do movimento social

Karl Marx (1818-1883) foi um ideólogo do chamado de movimento revolucionário do século XIX. A sua atuação foi em especial no movimento operário para combater a opressão de classe.

Com base na teoria de Marx, elaborou-se o modelo clássico de movimento social. Mas a teoria dele não somente serviria como algo para explicar, como ainda orientaria as ações de tal movimento.

Mas quem também prestou a sua contribuição para esse conceito foi o sociólogo francês Alain Touraine. Touraine trouxe para esse tema novas interpretações por volta da década de 1970. Desse modo, ele queria dizer que a ação de movimentos sociais foca em assumir o controle do sistema que reflete e constrói o desenvolvimento social e isso sucede através de uma disputa entre aqueles grupos sociais com interesses diferentes.

Elementos para a formação de um movimento social

Na composição de um movimento social, diversos elementos são de suma importância. O primeiro passo é detectar uma causa, um problema ou questão que precisa ser defendida ou alterada. E tal causa atuaria como um ponto de convergência ao grupo.

Em seguida, é estabelecida uma ideologia, além de princípios e valores que servidão como guia para as ações do movimento. Esses elementos ainda legitimarão as reivindicações impostas nele.

Mas é importante também que o grupo tenha pessoas engajadas e comprometidas, que dedicariam tempo e esforços em prol de promover a mudança desejada. Elas atuam ali então como a força motriz do movimento, impulsionando por meio de suas ações e mobilizações.

A definição do projeto é mais uma etapa importante nesse processo. Com isso se esboçaria os objetivos de tal movimento, quais estratégias utilizar, além dos resultados aguardados. O projeto seria como um tipo de plano de ação, dando sentido e orientação para as atividades do grupo e conferindo um senso de direcionamento.

Por fim, se faz essencial realizar uma organização interna eficiente. Essa organização ajuda a garantir a coesão e também a eficácia do movimento. Isso compreende a definição de responsabilidades, estruturas e outras questões no grupo, assim como a elaboração de canais de comunicação e a tomada de decisões com transparência e democracia.

Exemplos de movimentos sociais

conceito de movimentos sociais
Diversos países realizam movimentos sociais

Os movimentos sociais não se limitam a um país ou a uma região. Desse modo, há muitos movimentos que atuam em nível mundial, tratando de diversas questões e causas, com a reflexão sobre os desafios e as lutas encaradas por variados grupos pelo mundo.

Um exemplo é o movimento feminista, o qual, conta-se, visa promover a igualdade de gênero. Foco dele é em cuidar dos direitos das mulheres nas áreas como: participação política, acesso à educação, saúde, entre outras.

O movimento negro, por sua vez, foca na luta contra o racismo e em promover a justiça racial, encarando a discriminação e a violência sistemáticas.

Já o movimento estudantil, por conseguinte, é aquele que mobiliza jovens sobre questões educacionais e sociais. Aqui indivíduos de diferentes faixas etárias atuam em prol de promoverem mudanças ambientais, sociais, políticas, etc.

Há ainda os movimentos sociais religiosos. Com eles há dois objetivos, sendo um deles fazer reconhecida uma nova religião e o outro é a promoção de uma nova interpretação sobre os ensinamentos de alguma religião existente.

Também existe o movimento operário, que luta pelos direitos dos trabalhadores. Esse movimento busca melhores condições de trabalho e salário digno. Ainda similar a esse, há os movimentos de trabalhadores de variados setores que focam em conquistar melhorias nas condições de trabalho e também na remuneração

Existe também o movimento ambientalista, o qual ressalta a importância de conservar o meio ambiente e da sustentabilidade.

Outro movimento a nível mundial é o LGBTQIA+, com foco em combater a discriminação e assegurar os direitos dos indivíduos LGBTQIA+.

Além do mais, há os movimentos indígenas, focados em lutar em prol da preservação de suas culturas, territórios e também dos seus direitos. E há ainda aqueles em prol do feminismo.

Citação

SOUSA, Priscila. (1 de Abril de 2024). Movimentos sociais - O que são, exemplos, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/movimentos-sociais