Conceito.de

Conceito de multidão

Escutar o artigo

Uma multidão, do latim multitūdo, é a abundância de pessoas ou de coisas. Por exemplo: “Tentei entrar no estádio, mas a multidão empurrou-me e acabei por ficar ferido”, “Uma multidão reuniu-se em frente à casa do cantor para lhe cantar os parabéns”.

multidão
Muitas pessoas aglomeradas num ambiente formam uma multidão

Existem vários conceitos relacionados com a noção de multidão. Uma multitude é uma multiplicidade de indivíduos que agem em conjunto para cumprir um objetivo comum: “Uma multitude invadiu a praça central para exigir a demissão do ministro”, “O jogador de ténis argentino consagrou-se perante uma multitude que foi assistir à final do torneio no estado nova-iorquino”.

A ideia de plebe surgiu na época romana para fazer alusão àqueles que não eram patrícios. Os plebeus, por conseguinte, faziam parte dos sectores menos privilegiados da sociedade.

Conhece-se como massa o conjunto de pessoas que se comporta de forma gregária (“Uma massa furiosa destruiu as instalações da junta de freguesia”), ao passo que o povo é o total de pessoas de uma nação ou de um país (“O povo exprimiu-se nas urnas”).

Cada um destes termos (multidão, multitude, plebe, massa, povo) tem significados diferentes, pelo que são aplicados segundo o contexto. Há determinadas circunstâncias, contudo, onde o uso de um ou de outro conceito é quase indistinto.

“Uma multidão foi ao aeroporto para receber a equipa vencedora” ou “Uma multitude foi ao aeroporto para receber a equipa vencedora” são frases de sentido similar e que podem utilizar-se para descrever uma mesma situação.

Psicologia das multidões

Psicologia das multidões, ou também psicologia das massas, é como é denominado o ramo que pertence a psicologia social, onde o propósito é estudar como as pessoas comportam-se quando inseridas em multidões.

Segundo essa teoria, numa multidão, o que gera influência no comportamento coletivo é que a responsabilidade individual diminui e aumenta-se o senso de universalidade e isso apenas aumenta conforme aumenta também a quantidade de pessoas num grupo.

Assim, a psicologia das multidões não somente foca em estudar o comportamento de cada indivíduo num grupo, mas estuda também o comportamento desses quando tornam-se uma unidade.

De acordo com a teoria Freudiana, quando um indivíduo se torna parte de uma multidão, a sua mente inconsciente se liberta. Tal fato ocorre em decorrência de que as limitações do superego (relativo ao aspecto moral que constitui a personalidade) se relaxam. E assim, por exemplo, o indivíduo acaba seguindo o líder da massa que possui carisma.

Ainda sobre isso, há uma redução do controle do ego quanto aos impulsos que se produz por meio do id (sistema básico de uma personalidade e a fonte da energia psíquica). E o que acontece é que aqueles instintos que estavam até então guardados na personalidade um indivíduo se manifestam.

Seguindo agora para o meio tecnológico, com a propagação da internet, há os problemas atuais como as fake News (notícias falsas, que inclusive podem gerar comportamentos agressivos) e a manipulação em massa, especialmente com o uso das redes sociais (onde indivíduos espalham informações não verídicas), logo, a psicologia das multidões se configura em algo que tem sido muito estudado.

As multidões e a teoria do contágio

conceito de multidão
Se um indivíduo integra uma multidão, a sua mente inconsciente então se liberta

A Teoria do Contágio, que foi criada pelo polímata francês Gustavo Le Bom, descreve que multidões geram uma influência classificada como hipnótica quanto aos seus membros. Dado que há o anonimato, essas pessoas tendem a se libertar de quaisquer responsabilidades individuais e passam a ceder às emoções eu contagiam as massas.

Le Bom, que muitos consideravam como o pai da psicologia das multidões, cria que entender sobre essa psicologia era importante para conseguir compreender adequadamente a história e a natureza dos seres humanos.

Desse modo, é como se a multidão tivesse vida própria, fazendo com que as pessoas sigam rumo a irracionalidade.

Na literatura atual, muitos estudos também examinam e criticam problemas sociais que são gerados por fenômenos de massa que ainda existem na sociedade.

Enquanto isso, há outros autores da atualidade que estudam e buscam pelos impactos positivos que as multidões poderiam causar.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (13 de Março de 2013). Conceito de multidão. Conceito.de. https://conceito.de/multidao