Conceito.de
Conceito de

Multiverso

Multiverso é o termo usado na pseudociência para escrever a ideia de há outros universos além do universo observável.

multiverso
O multiverso descreve a existência do universo paralelo

Os multiversos são previstos por diversas teorias científicas que relatam sobre diferentes cenários possíveis: de regiões do espaço em planos variados do universo no qual os humanos vivem, até universos-bolha separados que surgem frequentemente.

Desse modo, todas essas teorias possuem algo em comum: elas apontam que há outras realidades além do espaço-tempo que observamos.

Os multiversos existem de forma paralela ao Universo onde vive a humanidade e encontram-se em um mesmo tempo e espaço que o dela, de acordo com os estudos de física e da mecânica quântica (ramo da física voltado para o estudo das partículas da escala atômica e subatômica).

Se tem pouco tempo, veja o índice ou o resumo com os pontos-chave.

Sobre a origem do multiverso

Essa ideia de multiverso foi elaborada pelo físico Hugh Everett em 1950 e relata que, conforme se realiza um experimento quântico com variados resultados possíveis, esses diferentes resultados sucedem então em cada multiverso paralelo.

Os cientistas, tempos mais tarde, mediram o brilho residual do Big Bang, que se conta ser a origem do universo, e eles fizeram a descoberta de que os níveis de radiação eram similares em extremos opostos do universo observável. Isso conduziu à teoria da inflação cósmica, que postula que depois do Big Bang, o espaço-tempo fora expandido de forma rápida, o que gerou um plano cósmico uniforme e infinito.

Sendo o universo onde a humanidade vive somente uma região esférica a partir da qual a luz conseguiu chegar até ela, então, por definição, há outros universos, tão reais quanto esse.

Esses outros mundos poderão então ter galáxias, planetas e mesmo versões similares das pessoas que hoje vivem na terra, só que vivendo distintas histórias, com pequenas mudanças ou mesmo com versões totalmente diferentes. Se trata de uma visão surpreendente sobre a vastidão do cosmos.

Mas existem muitas outras teorias sobre a origem do multiverso, como é o caso ainda dos multiversos de universos-bolha (universos bolha). Essa teoria afirma que o Universo seria uma bolha que incha. E há mais universos contendo a mesma aparência, todos eles imersos em um mar cheio de energia e em expansão infinita.

Multiverso na ficção

conceito de multiverso
Há diversas teorias sobre a origem do multiverso

Na ficção, o multiverso se traduz em um conceito que desdobra realidades paralelas sem fim, cada uma tendo suas próprias variações e possibilidades.

Essas múltiplas dimensões permitem a exploração de diferentes cenários, personagens e mesmo eventos.

Autores utilizam o multiverso a fim de criar narrativas complexas, em que escolhas e consequências terão impactos em universos alternativos.

Dos mundos distópicos até os paraísos utópicos, o multiverso amplia os limites da imaginação. E ele ainda desafia as noções de destino e de livre-arbítrio. Se trata então de ter infinitas possibilidades para cativar e intrigar, fazendo os leitores a explorarem o desconhecido que ultrapassa as fronteiras do universo atual.

O multiverso, nesse contexto, costuma ser apresentado como uma extensão das teorias a respeito dos buracos negros, buracos de minhoca e outros temas. Em muitas obras de ficção, é comum o uso de tais elementos com o propósito de justificar a existência de variadas realidades ou universos paralelos.

Há ainda as viagens no tempo, que são explicadas na ficção como causadoras de divergências na linha do tempo, gerando então novas ramificações de realidade.

Além disso, buracos de minhoca seriam capazes de conectar diferentes partes do espaço-tempo. E com isso seria possível haver a interação entre universos alternativos.

Portanto, tais conceitos estão comumente entrelaçados na exploração do multiverso no contexto da ficção científica.

Multiverso de super-heróis

O multiverso é algo bastante explorado nas histórias de super-heróis. Nesse caso, é comum que haja, por exemplo, vários universos paralelos. E cada um desses teria as suas próprias leis, eventos históricos e até mesmo versões distintas dos próprios heróis.

Essa ideia permite que escritores e artistas explorem conceitos complexos como no caso da viagem no tempo, realidades alternativas e mesmo o impacto que ocasionam as escolhas individuais.

Quando os criadores dessas histórias de super-heróis introduzem o multiverso nas suas narrativas, então eles possuem a liberdade para ampliar os limites da imaginação. E como resultado, há como criar histórias envolventes e surpreendentes usando tais elementos.

Metaverso e multiverso

É importante não confundir metaverso com multiverso.

O metaverso é o ambiente virtual compartilhado e interativo com uma relação direta com o espaço físico onde se vive. As referências tendem a atribuir a aparição desse termo ao romance de 1992 de Neal Stephenson: Snow Crash.

Porém, o conceito em si teria sido visto já no conto de ficção científica Pygmalion”s Glasses escrito por Stanley G. Weinbaum em 1935, que foi ainda uma das primeiras representações da realidade virtual na ficção.

Enquanto isso, o multiverso se trata da concepção de múltiplos universos ou de realidades paralelas que existiriam em simultâneo. Tal conceito é explorado em muitas áreas e foi posto ainda em contextos dos mais diferentes.

Citação

SOUSA, Priscila. (1 de Março de 2024). Multiverso - O que é, origem, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/multiverso