Conceito.de

Conceito de órbita

Órbita é a trajectória que percorre um corpo no espaço devido à acção gravitacional exercida pelos astros (as estrelas). O cientista alemão Johannes Kepler (1571-1630) foi quem analisou, pela primeira vez, as órbitas a partir de cálculos matemáticos. Segundo Kepler, as órbitas dos planetas do Sistema Solar são elípticas e destacou que o sol não é o centro dessas órbitas, mas sim um dos seus focos.

Kepler também afirmou que a velocidade orbital de um planeta não é constante, já que depende da distância em relação ao sol e encontrou uma relação universal entre as propriedades das órbitas de todos os planetas que giram em torno do sol.

O Inglês Isaac Newton (1643-1727) fez outras contribuições muito importantes para compreender o funcionamento das órbitas. A sua lei de gravitação universal e as suas leis do movimento demonstram que a soma das forças é igual à massa multiplicada pela sua aceleração, ao passo que a gravidade é proporcional à massa e inversamente proporcional ao quadrado da distância.

Para a física, uma órbita é a trajectória que percorre uma partícula submetida a campos electromagnéticos nos aceleradores de partículas,e a trajectória percorrida por um electrão em torno do núcleo de um átomo.

No âmbito da anatomia, as órbitas são as cavidades que se encontram em ambos os lados do rosto para alojar os globos oculares. Costuma ter uma profundidade compreendida entre 42 e 50 milímetros, uma largura de 40 milímetros na base e uma altura de 35 milímetros.