Conceito.de
Conceito de

Aceleração

Aceleração é a ação e o efeito de acelerar (aumentar a velocidade). O termo também permite referir-se à grandeza vectorial que expressa esse aumento da velocidade numa unidade de tempo (metro por segundo ao quadrado, de acordo com a sua unidade no Sistema Internacional).

aceleração
Com o aumento da velocidade há a chamada aceleração

A aceleração pode ser negativa; nestes casos, a grandeza exprime uma diminuição de velocidade em função do tempo.

É importante fazer a distinção entre a velocidade (que reflete como muda a posição de um corpo relativamente ao tempo) e a aceleração (que indica como variou essa mesma velocidade). A aceleração menciona como muda a velocidade, não como é a velocidade: um corpo que se desloca a alta velocidade pode ter uma aceleração bastante fraca.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • Existem diferentes tipos de aceleração, como tangencial, normal ou centrípeta, e média.
  • As leis de Newton são princípios fundamentais para a física, descrevendo a relação entre força, massa e aceleração.
  • A aceleração de um objeto é influenciada por diversos fatores, como força, impulso, gravidade, massa e atrito.
  • A força aplicada a um objeto pode causar mudanças na sua velocidade e direção, resultando em diferentes taxas de aceleração.

Tipos de aceleração

Existem vários tipos de aceleração. A aceleração tangencial é aquela que relaciona a variação da rapidez com o tempo. Por outro lado, a aceleração normal ou centrípeta vincula as mudanças da direção com o tempo.

Por outro lado, a aceleração média permite calcular a mudança média de rapidez num determinado intervalo de tempo.

A aceleração pode adoptar diferentes direções. Quando o corpo reduz a sua velocidade, a sua aceleração dirige-se em sentido contrário ao seu movimento. Em contrapartida, quando um corpo aumenta a sua velocidade (isto é, está a acelerar), a aceleração mantém a mesmo sentido que a velocidade.

Por fim, podemos mencionar que a aceleração pode fazer referência ao estado atordoado/agitado de uma pessoa: “O Carlos está acelerado e não pensa no que está a fazer”.

As leis de Newton e a aceleração

As leis de Newton se caracterizam como um conjunto de três princípios fundamentais da física. Elas descrevem o movimento dos corpos e também a relação que há entre força, massa e aceleração.

Primeira Lei de Newton

A primeira lei de Newton, também chamada de Lei da Inércia, descreve que um objeto em repouso tende a permanecer em repouso e um objeto em movimento (estando uniforme e numa linha reta) tende a continuar em movimento numa velocidade constante, a não ser que uma força externa atue sobre o mesmo.

Segunda Lei de Newton

Já a segunda lei de Newton descreve que a força resultante que atua sobre um objeto seria diretamente proporcional à sua massa e aceleração. Isso significa que quanto maior a força aplicada num objeto, então maior seria a sua aceleração, mas caso a massa do objeto seja maior, a aceleração nesse caso será menor.

Terceira Lei de Newton

A terceira lei de Newton traz a afirmativa de que para cada ação, existe uma reação igual, porém oposta. Então, se um objeto exerce uma força sobre outro objeto, o segundo objeto exerceria uma força de mesma magnitude sobre o primeiro objeto, mas isso seria em direção oposta.

Elementos que influenciam na aceleração

conceito de aceleração
A aceleração mede a taxa de velocidade de um objeto em movimento

Como explicado, a aceleração se configura na grandeza física voltada para medir a taxa de variação da velocidade que se dá num objeto em movimento. E a mesma tende a ser influenciada por diferentes fatores, tais como: força, impulso, gravidade, massa e atrito.

Enquanto isso, a força se configura numa grandeza vetorial, podendo causar uma mudança na velocidade de um objeto. Quando se aplica a força em um objeto, ele poderá acelerar, desacelerar ou, ainda, mudar sua direção. Quanto maior for a força aplicada, então maior será a aceleração alcançada.

Já o impulso é uma grandeza física que mede a variação do momento de um objeto. Um impulso pode mudar a velocidade de um objeto, o que provocaria uma mudança na aceleração.

A gravidade, por conseguinte, é uma força atrativa que ocorre entre objetos com massa. Ela é responsável por acelerar a queda livre dos objetos na superfície da Terra. A aceleração da gravidade é algo constante e possui valor aproximado de 9,80665 m/s² na Terra (mas é comum que o valor seja aproximado em 10 m/s².

Quanto a massa, ela é uma grandeza escalar usada para medir a quantidade de matéria que há num objeto. A mesma influencia a aceleração de um objeto, pois quanto maior a massa, então maior seria a resistência do objeto à mudança de velocidade.

Por fim, o atrito se configura numa força que opera entre objetos em contato e que vão contra o movimento relativo entre eles. Ele também influenciaria a aceleração de um objeto, posto que a força de atrito é diretamente proporcional para a força aplicada e inversamente proporcional à massa de um objeto.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (9 de Junho de 2012). Atualizado em 11 de Maio de 2023. Aceleração - O que é, tipos, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/aceleracao