Conceito.de

Conceito de shareware

Escutar o artigo

Shareware é um termo inglês que não consta nos dicionários de língua portuguesa. O conceito refere-se a um determinado tipo de software que, devido à sua forma de distribuição, impõe algumas limitações ao utilizador.

shareware
Um shareware é um programa distribuído gratuitamente por um tempo ou com limitações

É habitual que o shareware seja um programa informático que é distribuído gratuitamente. Os utilizadores que queiram eliminar as limitações do software, deve pagar uma determinada quantia.

As restrições do shareware podem ser temporárias (o programa só pode ser usado X vezes ou dias, sendo depois desse prazo bloqueado) ou de prestações (o software oferece algumas ferramentas, mas caso o utilizador comprar a respectiva licença, essa quantidade de ferramentas aumenta).

Além do mais, o shareware tem origem na década dos anos 90, mais exatamente no ano 1992, pois foi então que foi apresentado um pela primeira vez a partir do jogo para computador Wolfenstein 3D, o qual já dispunha de um cenário para desfrutar da partida e, no final do mesmo aparecia a opção de compra.

Os fabricantes de software distribuem as suas criações de shareware com a finalidade de que os utilizadores possam experimentar o programa sem custos e depois, procedam à aquisição (a pagar) da licença.

Muitos profissionais informáticos defendem o shareware, pois consideram que é uma ferramenta que permite desfrutar das seguintes vantagens:

-É uma fantástica medida para poder comercializar qualquer tipo de software.

-Ajuda o cliente a estar satisfeito, uma vez que o shareware permite pô-lo à prova gratuitamente e, se realmente o convencer, opta por comprá-lo.

-Permitem corrigir erros rapidamente sempre que for detectado e, além disso, facilita a ajustar e personalizar as necessidades do cliente.

-Obviamente, destaca-se o facto de “atrair” muitos clientes.

Há que fazer a distinção entre o shareware (que pode ser usado gratuitamente mas que, a uma determinada altura, exige um pagamento) e o freeware (software que é distribuído gratuitamente, sem que o utilizador deva pagar em momento algum).

É importante esclarecer, além do mais, que também há que diferenciar o shareware e o freeware com o adware, já que às vezes são confundidos como se fossem sinónimos quando, na realidade, não o são. Por isso, é conveniente saber que esse tal adware é o termo usado para nos referimos aos programas distribuídos, podendo ser utilizados gratuitamente, mas que têm a particularidade de incluírem publicidade.

Um jogo de corridas de carros, por exemplo, pode ser distribuído como shareware. Na versão que se pode descarregar sem custos, o utilizador tem a possibilidade de optar entre três tipos de automóvel ee correr em dois circuitos. Contudo, comprando a versão completa do jogo, tem-se à disposição dez veículos e pode-se competir em vinte circuitos diferentes. O jogador que tiver experimentado o shareware e está interessado em ter mais opções de jogo, deve proceder à compra correspondente.

Shareware e software demo

Desse modo, um shareware se trata de um problema que é um demonstrativo, por isso é ainda conhecido como demo ou software demo, onde o usuário pode desfrutar de alguns recursos dele por um tempo, o testando para ver se depois será o programa ideal para adquirir uma licença. É comum então serem usadas frases como:

– Acabei de fazer o download de um programa demo;

– Baixei o demo daquele editor de vídeo.

Assim que o tempo de uso do shareware expira, é comum que alguns exibam mensagens na tela inicial solicitando a ativação ou a compra de uma licença. É comum que o programa se torne inoperante depois disso ou que essa mensagem tome boa parte da tela, ainda que seja possível usar alguns recursos do shareware.

Muitas empresas costumam o shareware como uma forma de divulgar um novo produto. Elas ainda oferecem esse programa demo como meio de obter avaliações dos usuários e, com isso, atraírem mais interessados.

Tipos de shareware

shareware
Podem haver programas para computador e dispositivos móveis que são shareware

Atualmente, há muitos tipos de shareware disponíveis no mercado, sendo alguns dos principais: Demoware, Adware e Donationware.

O demoware é um software que concede uma versão de demonstração ou um aplicativo de teste para os usuários. Mas esse ainda pode possui um subconjunto que é chamado de crippleware, sendo que esse possui a função de impedir que o shareware execute funções essenciais, com o usuário podendo fazer isso somente quando adquirir uma versão completa do programa ou realizar a assinatura, por exemplo. Desse modo, o programa tem algumas funções bloqueadas.

Já o adware, como citado, é distribuído amplamente através de softwares freeware, contudo existem vezes em que esse é distribuído por meio dos sharewares. Com esse tipo de programa o desenvolvedor pode obter ganhos com anúncios que são exibidos, mesmo que o usuário não adquira a versão completa desse software.

Há casos em que o adware pode passar dados do usuário para terceiros, especialmente anunciantes, a fim de que anúncios mais adequados sejam exibidos. Porém, em casos mais extremos, o usuário pode ter seus dados mais sigilosos compartilhados ou, ainda, vírus podem ser injetados no seu dispositivo por meio desse programa.

Enquanto isso, o donationware se caracteriza como um shareware totalmente funcional e operacional, ou seja, todas as funções nele estão liberadas para uso. Mas é solicitada uma doação como forma de apoiar o desenvolvedor ou, também, para o apoio de alguma causa beneficente.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (31 de Julho de 2016). Conceito de shareware. Conceito.de. https://conceito.de/shareware