Conceito.de

Conceito de teatro clássico

A ideia de teatro clássico diz respeito ao conjunto de obras de uma determinada época que alcançaram uma grande repercussão e conseguiram trascender no tempo, tornando-se numa parte importante de uma cultura. Em geral, faz-se a diferença entre vários tipos de teatro clássico conforme a sua origem.

No sentido mais amplo, o teatro clássico é composto por obras com alguma antiguidade que ainda continuam a ser representadas pelo seu valor artístico. Considera-se que o teatro clássico é a mais alta manifestação teatral: por isso, a encenação está reservada aos realizadores e aos actores.

No caso de Portugal, o teatro ficou marcado por figuras como Gil Vicente (aliás, o fundador), Almeida Garrett, José I de Portugal, entre outros.

O teatro clássico grego, por sua vez, é aquele que foi desenvolvido na Grécia Antiga. É habitual incluir-se neste obras criadas entre os séculos VI e II antes de Cristo, que eram representadas ao ar livre nos espaços que hoje conhecemos como teatros gregos.

Sófocles, Eurípides, Esquilo, Menandro e Aristófanes são alguns dos grandes autores do teatro clássico grego. A vigência deste teatro, que continua a ser representado há mais de dois mil anos da sua origem, demonstra o valor e a importância que tem o teatro clássico, inclusivamente na sociedade actual, que tem costumes e interesses bastante diferentes dos antigos.