Conceito.de

Conceito de viveiro

Do latim vivarĭum, um viveiro, sinónimo de seminário, é uma instalação agronómica onde se cultivam, germinam e desenvolvem todo o tipo de plantas e de árvores até à altura de serem transplantadas. Os viveiros contam com diferentes classes de infra-estruturas em função do seu tamanho e das suas características.

Uma estufa (espaço fechado onde se cultivam plantas a uma temperatura mais alta do que no exterior), uma represa (a acumulação de água com um fim determinado), um umbráculo (lugar destinado ao cultivo e protegido do sol, da chuva e do ar), um terreno de cultivo ao ar livre e um laboratório são algumas das secções que pode ter um viveiro.

Exemplos: “O meu tio é floricultor e trabalha num viveiro”, “Vou ao viveiro municipal para comprar uma planta para a minha mãe”, “Ofereceram-me uma azálea comprada no viveiro da Cláudia que é linda!”.

Entre os factores que determinam as características de um viveiro e das suas plantas, destacam-se a frequência de rega, a luz (imprescindível para a fotossíntese), o substrato usado (misturas de terra, adubo e outros componentes), a temperatura e a humidade ambiental.

Viveiro, por outro lado, é uma cidade que se encontra na província espanhola de Lugo, na Comunidade Autónoma da Galiza. A cidade é atravessada pelo rio Landro, que desemboca no mar Cantábrico.

Mais de 16.000 habitantes convivem no município, o terceiro mais povoado de Lugo. A maior parte da população está espalhada pelas cidades de Viveiro, Covas e Cillero. Viveiro também acolhe uma grande quantidade de turistas graças ao seu património cultural.