Conceito de conta corrente


Nov 14, 12

A conta corrente é um contrato entre um banco e um cliente que estabelece que a entidade cumprirá as ordens de pagamento da pessoa de acordo com a quantia de dinheiro que depositar ou ao crédito acordado. Essa conta pode ser aberta e gerida por uma pessoa ou por um grupo de pessoas; neste caso, dependendo das condições, todos os indivíduos podem estar habilitados a operar.

O proprietário de uma conta corrente pode dispor do dinheiro através de uma caixa automática (ATM, Multibanco) ou de um cheque. Pode-se realizar descontos de letras, associar pagamentos à conta e cobrar ou pagar juros ou impostos, por exemplo.

Os cheques e os cartões são os meios de pagamento mais habituais que estão associados a uma conta corrente. Existem dois tipos de cartão: o cartão de crédito (cujo resumo deve ser pago no final de um determinado período: ou seja, quando o cliente paga um produto ou serviço com este cartão, contrai uma dúvida e não entrega o dinheiro de forma imediata) e o cartão de débito (o dinheiro é retirado automaticamente dos fundos do cliente).

Cada banco tem os seus próprios requisitos para a abertura de uma conta corrente. Geralmente, a entidade encarrega-se de verificar a capacidade de pagamento (para saber que quantia de crédito pode entregar o banco sem que existam riscos) e a origem das entradas (para evitar movimentos ilegais).

Quando o cliente contrai uma dívida superior àquela que tiver acordado com o banco (daí a expressão “estar a descoberto”) e demora a pagá-la, deve pagar juros.