Conceito.de

Conceito de radioisótopo

Dá-se o nome de radioisótopo ao isótopo de um elemento que apresenta radioactividade. Isto significa que o isótopo em questão é radioactivo.

Convém recordar que os isótopos são aqueles elementos químicos que têm uma quantidade idêntica de protões, embora uma quantidade diferente de neutrões. Por esta particularidade, os isótopos têm em comum as propriedades químicas e encontram-se no mesmo sítio dentro da tabela periódica de elementos.

A radioactividade, por sua vez, é a propriedade dos corpos cujos átomos, quando se desintegram espontaneamente, emitem radiações. A radiação ioniza o meio que atravessa, conseguindo diferentes efeitos.

Os radioisótopos, em suma, são os isótopos que dispõem de núcleos capazes de desenvolver a emissão de energia em jeito de radiação ionizante, um processo que levam a cabo enquanto pretendem alcançar uma maior estabilidade.

Devido à sua radioactividade, os radioisótopos têm um núcleo atómico que é instável. Ao tentar adoptar configurações mais estáveis, estes elementos libertam energia (raios gama, beta o alfa). Esta característica faz que os radioisótopos possam ser usados na arqueologia, a medicina e a agricultura, por exemplo.

Vejamos mais em detalhe algumas das aplicações dos radioisótopos em diversos campos de conhecimento do ser humano:
* tratamento e diagnóstico de certas doenças;

* outro dos usos que a medicina dá aos radioisótopos é a esterilização do instrumental que se usa frequentemente tanto no âmbito cirúrgico como no clínico;
* no mundo da indústria e da tecnologia, são usados para pôr à prova as soldaduras e os materiais das construções, para complementar projectos de investigação e para controlar alguns processos de produção;
* a agricultura encontra para os radioisótopos uma utilidade na hora de conservar os alimentos e de controlar as pragas;
* no âmbito da arte, servem vários propósitos, como por ajudar a verificar certos objectos de interesse histórico ou restaurar peças artísticas que tenham sido danificadas ou deterioradas por diferentes motivos;
* para a arqueologia, os radioisótopos servem na hora de determinar a data de um evento geológico, entre outras questões;
* em farmacologia, antes de poder aprovar um fármaco para que possa ser comercializado e usado pelo público, os radioisótopos são usados para o estudo do seu metabolismo.

Para detectar um radioisótopo, aquilo que se faz é medir a radiação que emite cada átomo. Essa medição será mais ou menos fácil de realizar consoante a intensidade da emissão e o tipo de radiação.
Os denominados radioisótopos sintéticos são aqueles que não se encontram de forma natural no nosso planeta, pois devem ser criados através de reacções nucleares. Estas últimas também são conhecidas pelo nome de processos nucleares, e trata-se do trabalho que tem como resultado a transformação de núcleos atómicos e partículas subatómicas a partir da sua combinação. As reacções nucleares podem ser exotérmicas (se desprendem energia) ou endotérmicas (se precisam de energia para serem levadas a cabo).

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

catálogo

A palavra grega ” katálogos”, que pode ser traduzida como “lista”, chegou ao latim como...

Conceito de

cataclismo

A origem etimológica de cataclismo encontra-se na palavra grega “kataklysmós”, que pode ser traduzida como...

Conceito de

casuística

A ideia de casuística é usada no campo da ética aplicada para se referir a uma análise de diferentes casos específicos que...

Conceito de

castor

Um castor é um animal mamífero que pertence à ordem dos roedores: aquelas espécies que possuem dentes afiados que usam para...

Conceito de

“casting”

O termo “casting” é originalmente do idioma inglês, mas também aparece no Dicionário Brasileiro da Língua...

Conceito de

castigo

Chama-se castigo a uma punição, uma pena ou uma reprimenda que é imposta a uma pessoa que praticou algum tipo de falta. Os...

Conceito de

castidade

O termo castidade, que deriva da palavra latina “castitāte”, refere-se à condição de casto: alguém que decide...

Conceito de

castanholas

Castanholas (ou castanhetas) são instrumentos de percussão cujas origens remontam a milhares de anos. Fabricadas com madeira,...

ARQUIVOS